Estratégia nutricional para a composição ideal do corpo de um escalador

As características físicas do peso corporal, como massa gorda e massa muscular, possuem um lugar importante na realização de exercícios físicos. Estes elementos se encontram determinados tanto por aspectos hereditários, como por efeitos produzidos por programas de treinamento e dieta alimentar. Uma redução de peso corporal, mais especificamente da camada de gordura (diminuição da porcentagem de gordura), permite ao escalador progredir em sua relação peso/potência para a consequente melhora da atividade.

Alguns escaladores apresentam uma composição corporal adequada (boa relação de camada de gordura e peso corporal) para a atividade que praticam. Entretanto, outras pessoas necessitam realizar adequações na sua composição corporal através de mudanças na alimentação e treinamento.

Por isso a nutrição possui um papel substancial na busca de uma composição corporal adequada para escalar. Ou seja: sentir-se bem enquanto está na parede, ou seja leve e forte. Portanto queremos sentir que o peso corporal nos permita resistir uma escalada que tome mais tempo ou que exija grande desgaste físico.

Junto a tudo isso, os padrões de alimentação diária devem proporcionar energia e nutrientes necessários para otimizar o rendimento das sessões de treinamento para favorecer uma recuperação rápida depois dos treinos.

Porcentagem de gordura

Para conseguir uma diminuição da porcentagem de gordura em praticantes de esportes, é necessário que a ingestão de energia, ou calorias, diária seja levemente diminuída. Para que, desta maneira, o organismo utilize a reserva de gordura corporal como fonte energética, favorecendo a diminuição do peso corporal e porcentagem de gordura corpórea.

Um desbalanceamento (ingestão e/ou gasto), não nos entregará a energia suficiente para o exercício, fazendo com que a recuperação seja ineficiente, provocando a perda de musculatura. O motivo disso é simples: o organismo busca energia. Isso, obviamente, é muito negativo para a prática da escalada (e qualquer esporte).

Foto: Dustin Snipes

Dentro disso, os carboidratos possuem um papel fundamental. Este nutriente aua como principal combustível para treinamentos e competições, tendo sua importância na necessidade diária de energia, permitindo a restauração dos depósitos de glicogênio muscular (reservas de energia da musculatura).

A alimentação ideal para um escalador (de qualquer modalidade) deve proporcionar uma quantidade suficiente de alimentos com aporte nutricional adequado. Não há mágica ou “receita de bolo”, portanto esta entrega deve ser calculada de maneira individual para cada esportista, fracionando esta energia ingerida durante o dia através da incorporação de quatro refeições e um lanche.

Este cálculo de calorias diárias que necessita serve para permitir a realização do objetivo de diminuição de porcentagem de gordura (esta ordem de alimentação deve modificar-se segundo os tempos de treinamento).

É recomendado que na média, para um sujeito que realize escalada, consumir a cada momento de alimentação: duas porções de alimentos ricos em carboidratos como pães, arroz, massas, batatas, cereais, entre outros, em conjunto com frutas (3 a 4 porções) ao dia.

Os alimentos nos oferecem a energia necessária para a execução do exercício físico, entregando ao corpo os nutrientes necessários para manter um rendimento adequado e uma recuperação otimizada. Ao conservar um peso e composição adequados, sem dúvida permitirá ao escalador melhores condições no esporte. É sugerido que o escalador busque realizar modificações em sua alimentação e busca de melhorar sua composição corporal.

Para isso procure um profissional de nutrição competente e experiente, que realize um cálculo específico de suas necessidades de energia e nutrientes, de maneira a assegurar um bom estado de saúde.

Com um nutricionista é possível conseguir realizar o objetivo de composição corporal e um rendimento otimizado do esporte.

Tradução autorizada de: http://rocanbolt.com

banner-rocanbolt

Gonzo Rocanbolt é chileno, médico, escalador e indiscutivelmente uns dos mais completos autores de artigos sobre treinamento de escaladores existentes no mundo. Respeitado em todo o mundo é o organizador do Simpósio de Medicina de Montanha no Chile e palestrante de eventos de escalada no Chile, Argentina e Espanha

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.