Escola de escalada inova realizando pesquisa de análise de desempenho e aprendizado de alunos

A escola de escalada “Companhia de Escalada“, com base na cidade do Rio de Janeiro, procurou inovar realizando um trabalho de pesquisa mais aprofundada dos escaladores formados na instituição.

A iniciativa tomada pelos proprietários Flávio Daflon e Cíntia Daflon a pouco mais de um ano é totalmente independente de qualquer federação ou clube existente.

Toda a pesquisa e análise de desempenho dos alunos é feita por meio de duas avaliações, nas quais o resultado é avaliado e comparado com o conteúdo programático do curso.

Foto: Flávio Daflon

Foto: Flávio Daflon

Na primeira das avaliações o aluno é submetido a um teste on-line para mensurar a quantidade de conteúdo teórico que absorveu no curso.

Este primeiro teste possui 50 questões para o módulo básico, e 25 para seu modo avançado (batizado de “Guia de Cordada” pelos instrutores). Uma segunda avaliação é realizada pelo próprio instrutor na verificação de 16 a 20 pontos recomendados para a prática da escalada.

A motivação destas duas avaliações ao final do curso é informar da melhor maneira possível aos alunos que concluem os cursos se estão realizando todos os procedimentos essenciais para sua segurança e a do parceiro de forma correta.

No verso do certificado de conclusão são impressos a avaliação e recomendações de aperfeiçoamento para assim saberem se precisam melhorar em algum ponto.

Foto: Flávio Daflon

Foto: Flávio Daflon

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.