Filme sobre escalada feminina no maior big wall do Peru é liberado na íntegra

Há pouco mais de um ano, a escaladora brasileira Branca Franco publicou um relato sobre a escalada em um dos lugares mais icônicos da escalada em estilo big wall: La Esfinge.

A via “La Esfinge” é também conhecida por outros nomes como: Cerro Parón, La Torre Aguja, El Cerro Colca ou La Roca. Isso porque é uma montanha de granito e bem seca que ironicamente contrasta com os cumes nevados de sua vizinhança. A Cordillera Blanca é um dos ramais da Cordilheira Ocidental dos Andes e recebe este nome devido à quantidade exuberante de cumes nevados e está separada da Cordillera Negra pelo Pasillo de Huaylas.

A Esfinge é o maior big wall do Peru, é uma parede de granito gigante localizada na Cordilheira Branca. Sua base está a 4.600 metros e seu cume a 5.325 metros de altura acima o nível do mar. A montanha está localizada a duas horas de táxi da pequena Caraz, uma cidade muito simpática no norte do país.

Desde então, o sonho de escalar este big wall povoou a mente de Margarita Cardoso e Ana Isabel Durán. A ambição era fazer uma ascensão 100% feminina na parede de granito de 750 metros de altura.

O filme, que documenta a escalada da dupla, foi liberado para visualização na íntegra pela produtora equatoriana Afuera Producciones. A produtora, fundada em 2008 e capitaneada por Juan Alfonso Reece e José Cobo, já criou mais de 500 vídeos em seu portfólio.

La Esfinge conta com somente quatro vias com muito poucas repetições desde o ano de 1997. Foram abertas duas vias mais no ano de 1999 e sete no ano 2000. O principal conquistador do local e tido como descobridor da escalada na montanha Antonio Gómez Bohórquez, conhecido popularmente como “Sevi”. A primeira ascensão da via foi feita pelo próprio “Sevi” junto de Onofre P. García em julho de 1985. Foram necessários 9 bivacs (pernoites na rocha) para completar a via

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.