Saiba quais são os 10 melhores lugares para a prática de boulder na Europa

Faz parte da obrigação moral de todo e qualquer escalador escalar no maior número de lugares possíveis. Seja dentro de seu país, ou mesmo fora dele. Aquele que escolhe somente escalar em um único lugar, em detrimento dos outros lugares do mundo, acaba condenando não somente a própria escalada, como também a comunidade a qual faz parte. Conhecer outras culturas, filosofias, vias, boulders, pessoas e realidades, ajuda a fazer o esporte que pratica crescer.

Por isso mesmo, toda pessoa que pratique qualquer modalidade de escalada deve considerar sempre um lugar novo a visitar. Caso contrário ficará à mercê de qualquer mentiroso que inventar alguma inverdade a respeito de algum lugar. Desta maneira que nascem os boatos e lendas urbanas.

Foto: Brandon Jakobeit | http://www.tpwmagazine.com/

Procurando sugerir um lugar diferenciado para quem procura mesclar turismo de mochilão na Europa com escaladas, a Revista Blog de Escalada volta a fazer uma lista de sugestões de lugares para que escaladores, em grande parte de idoma português, faça planos para conhecer lugares diferentes.

Mas para o leitor já fica um aviso logo no início do artigo: se por algum acaso um lugar de escalada em boulder que conheça e não estiver listado, não significa que é “ruim” ou “inferior” a algum dos que foram destacados. Nesta lista prevaleceu o que grande parte dos escaladores, brasileiros e europeus, responderam a respeito. A lista abaixo é para apenas servir de orientação a quem deseja viajar a algum lugar de boulder na Europa.

Para evitar que haja alguma má interpretação desta lista abaixo os nomes, pesquisados a partir de sugestões de pessoas que conheceram os locais, estão em ordem alfabética.

Albarracín

Localizado na Espanha, Albarracín é considerado por muitos como a Meca do país para a prática de boulder. O local, que fica a 1.200 metros acima do nível do mar é considerado bem protegido de chuvas ou neve. De acordo com as pessoas que visitam o local, pode-se escalar grande parte do ano. Na Revista Blog de Escalada há um guia essencial do lugar.

Ao todo na região, existem aproximadamente 1.615 linhas de boulder, divididas em 11 setores. A melhor época para a escalada em Albarracín é de setembro a maio. Isso porque durante o verão há um calor forte com clima muito seco.

Para chegar até lá a melhor opção é ir até Barcelona (390 km) ou Madri (278 km) e alugar um carro para chegar na cidade, já que não há estação de trem na cidade. Com um clima medieval, a cidade também é uma atração à parte para se visitar.

A vantagem de se alugar um carro é que grande parte dos setores de boulder da cidade ficam aproximadamente a 4 km do centro.

Fontainebleau

Localizado na França, Fontainebleau é referência mundial quando se pensa em boulder na Europa. Na Revista Blog de Escalada há o artigo mais completo em língua portuguesa sobre o local (para ler acesse aqui).

Para quem gosta de boulder em um nível mais elevado, especialmente com lances que precisam ser escalados à exaustão, mas à sombra e com imensa tranquilidade para relaxar, Fontainebleau é tudo isso.

Para planejar-se escalar em Fontainebleau basta voar de onde quer que esteja para a capital da França, a linda cidade de Paris, e de lá optar por qualquer que seja o transporte desejado. Fontainebleau está a aproximadamente 65 km ao sul de Paris.

As melhores condições climáticas são na primavera e outono.

Existem mais de 10.000 linhas de boulder catalogadas na região, portanto se alguém disser que “escalou todos os boulders“, desconfie.

Kjugekull

Localizado na Suécia, Kjugekull é um verdadeiro paraíso escondido dos praticantes de boulder. Entre a comunidade europeia, é considerado um lugar hipster da escalada, ainda pouco difundido entre os praticantes.

Entretanto, o motivo da área ser pouco difundida é porque fica em um parque muito popular da Suécia, com estacionamento controlado e camping proibido.

Os escaladores locais pedem descrição dos praticantes, além de respeitar as pessoas à sua volta.

Para chegar lá a melhor opção é alugar um carro em Estocolmo e dirigir por 560 km ao sul da cidade.

A melhor época de visitar o local é de maio a setembro, já que o inverno em países escandinavos é bastante rigoroso.

Levi Molinari

Localizado na Itália, Rifugio Levi Molinari é uma das atrações mais escondidas da Europa em matéria de boulder. Para quem quer evitar multidões e apreciar um pouco de solidão e escalada, este é o lugar perfeito. Por ficar no meio dos Alpes italianos, a quase 2.000 metros acima do nível do mar, é a escolha certa para driblar o verão italiano.

Por estar no meio dos Alpes italianos, é possível também desfrutar de alguns trekkings e a mundialmente conhecida gastronomia italiana. A grande desvantagem do lugar é que não possui uma quantidade gigantesca de linhas de boulder.

Atualmente o lugar possui 247 linhas, distribuídas em 16 setores.

Para chegar a Levi Molinari é recomendável alugar um carro em Turim e dirigir 80 km.

Na região há muitas pousadas e campings. A melhor época para visitar o local é de maio a outubro.

La Pedriza

Localizado na Espanha, La Pedriza é rivaliza com Albarracín o posto de melhor lugar de boulder do país. Estima-se que na região há aproximadamente 2.000 linhas de boulder (2.000 vias de escalada esportiva e em móvel). O local fica dentro do Parque Nacional Sierra de Guadarrama. Por lá pode-se aproveitar tanto boulder quanto vias.

La Pedriza é considerado como o equivalente a “The Joshua Three” (Local de boulder dos EUA). Por estar próxima à capital espanhola Madri (70 km), é bastante frequentada por escaladores da cidade.

Desde Madrid é possível chegar até mesmo de transporte público, bastando ir até Manzanes El Real.

A melhor época para escalar boulder em La Pedriza é de setembro a maio.

Durante o verão as temperaturas parecem torturar os visitantes.

Magic Wood

Localizado na Suíça, Magic Wood é considerado um paraíso e mesmo não sendo o melhor lugar da Europa, possui sempre o adjetivo “perfeito” nas suas avaliações.

Com aproximadamente mais de 1.000 linhas de boulder em um cenário fantástico, é talvez a paisagem mais bonita que existe para a prática da modalidade.

Para chegar até Magic Wood, que fica na região da cidade suíça de Chur, o mais indicado alugar um carro na capital do país Berna (sair desde Zurique também é uma opção).

Desde lá dirige-se 250 km até Chur. Apesar de ser proibido acampar no local, muitos escaladores optam por visita-lo de motorhome.

A melhor época de visitar este local é de Maio a Setembro, quando o verão acontece na Suíça.

Petrohrad

Localizado na Republica Tcheca, Petrohrad é uma das mais bonitas áreas de boulder da Europa. Por estar em um país que até pouco tempo era relativamente fechado para os sul-americanos, pois exigia visto de entrada, acabou saindo do radar dos escaladores.

Muito próximo da capital Praga (80 km), Petrohrad possui próximo de 3.000 linhas de boulder, com uma quantidade de abaulados que rivaliza com Fontainebleau.

Um aspecto interessante a respeito de Petrohrad, é que o local é dentro de uma típica floresta tcheca, dando a sensação de isolamento da civilização muito grande. Para a felicidade dos escaladores, acampar (mesmo no estilo selvagem) é permitido. Mesmo em um dia de muito calor, é possível escalar confortavelmente.

Por ser muito perto da capital do estado, permite que além da escalada, é possível desfrutar do turismo no país. Uma dica de ouro é procurar desfrutar da cerveja tcheca, que é considerada das melhores do mundo.

Ticino

Localizado na Suíça, Ticino é um dos lugares mais conhecidos para a prática de boulder na Europa. Com 1.500 linhas de boulder em cada localidade, atrai escaladores de todo o mundo.

A grande desvantagem deste lugar é a distância entre os setores, que obriga aos escaladores possuir um carro para que conheça todos.

O mais conhecido chama-se Cresciano, o qual é sempre assunto área reportagens de viagens.

O local também é conhecido por permitir unir escalada em boulder com turismo no sul da Suíça.

Os locais mais conhecidos para a prática de boulder são Cresciano , Chironico e Gottardo.

Västervik

Localizado na Suécia, Västervik se assemelha muito (filosoficamente falando) a Ticino. Há muitos lugares de escalada em boulder, mas todos muito espalhados.

Ao todo são 24 locais espalhados na região da cidade, que podem ser acessados facilmente por alguém que possua carro.

Distante 300 km da capital Estocolmo, é uma área de boulder interessante para quem quer conhecer mais sobre a cultura escandinava de escalada.

Zillertal

Localizado na Áustria, Zillertal é talvez a área de escalada mais popular do país. Muito próxima à Innsbruck, o local possui vasta oferta tanto de vias quanto de boulders aos escaladores. Por estar no meio dos Alpes Suíços, possui uma paisagem única.

As áreas de boulder são muito próximas da zona urbana, podendo ser acessadas a pé. Para quem deseja acampar, na cidade há localizações tanto para motorhomes quanto para camping com barracas.

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.