Escada de Bachar: Como é o treinamento idealizado por uma das lendas da escalada

No universo da escalada existem muitos nomes que se destacaram nos primórdios da escalada esportiva. Vários destes nomes desenvolveram “técnicas” de treinamento rústicas para que o gano de força e resistência fossem cima dos utilizados à época. Uma destas personalidades é o americano John Bachar.

Falecido em 2009 o escalador era conhecido por sua força e técnica apurada. Nos seus treinamentos Bachar criou e difundiu um método de treinamento que pode ser considerado o primo distante do campus board: a escalada de Bachar.

O equipamento, por ser muito lesionante aos tendões de escaladores, acabou sendo evitado por várias academias ao redor do mundo. Quando realizado por atletas devidamente preparados é, sem dúvida, uma ferramenta útil para aprimoramento da técnica e força.

Seu idealizador era conhecido por solar vias de escalada e para isso se preparava fisicamente de maneira quase obsessiva.

Quem foi John Bachar

O escalador americano John Bachar nasceu em 1957 no estado da Califórnia e começou a escalar praticando boulder no local conhecido como Stoney Point quanto tinha aproximadamente 16 anos de idade. Logo após terminar o colegial entrou para a faculdade UCLA (onde seu pai era professor de matemática) mas logo abandonou para dedicar-se totalmente à escalada.

Obscecado pelo esporte Bachar realizava vários estudos em livros de treinamento físico e nutrição.

A partir de tanto estudo e pesquisa que John Bachar começou a ter um rendimento acima da média dos escaladores da época. Bachar optou por especializar-se em escalada no estilo free solo. Seus primeiros solos notáveis, e que impressionaram toda a comunidade de escalada a partir da década de 1970, foram vias de graduação 5.11 (7º grau brasileiro).

Lembrando que á época o grau 5.12 (8º brasileiro) ainda não existia. Seria o equivalente a uma pessoa solar uma via de 11º brasileiro nos tempos atuais.

O escalador escalou ainda vias tradicionais (várias enfiadas) em Yosemite como Outer Limits (5.10c), New Dimensions (5.11a), Butterfingers (5.11a) e Butterballs (5.11c). Bachar nos anos 1980 trabalhou para a marca espanhola de sapatilhas Boreal desenhando modelos.

John Bachar morreu em julho de 2009 em decorrência de uma escalada no estilo solo em um local de escalada da Califórnia aos 52 anos de idade. Abaixo está sua última entrevista a um veículo de comunicação.

A escada de bachar

Uma das invenções mais famosas de John Bachar foi a “escalada de Bachar” (Bachar ladder). O aparelho consistia em uma espécie de escada de cordas utilizada para treinamento de escaladores para fortalecer o braços, antebraços e o torso (core).

A escada consistia basicamente de canos de PVC amarrados a uma certa distância e pendurada a uma inclinação que variava de 20° a 45º.

O atleta deveria subir e descer a escada utilizando somente a força dos braços. Paralelamente á força dos braços o escalador deveria também controlar a instabilidade da corda. Enquanto o campus board foca na potência de explosão, a escada de bachar foca na força estática e de estabilidade de movimentos.

O aparelho ganhou imensa popularidade na década de 1970 e 1980, e houve algumas marcas que comercializavam o equipamento para ser montado nas academias. Por ser um método muito rústico, ao longo dos anos muitos escaladores lesionaram-se em ombros e tendões devido à exigência que o aparelho aplica ao atleta. Por este motivo acabou com o tempo deixando de ser utilizado por academias e escaladores ao redor do mundo.

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.