Falece o criador do esbofeteador técnico de montanhistas

Todas as semanas, mais precisamente às sexta-feiras, a Revista Blog de Escalada publica charges em um espaço dedicado ao humor. Temos o orgulho de ser o único veículo outdoor da América Latina, que abre espaço para cartunistas e desenhistas expressar suas opiniões a respeito do universo de montanha.

Todas as charges publicadas, desde meados 2013, foram feitas exclusivamente para o site. Os autores internacionais cederam gentilmente a charge para ser devidamente traduzida respeitando cada exigência do desenhista. Polêmicas ou não, respeitamos o trabalho de cada artista mantendo o seu trabalho no ar, independente do que seja.

Entretanto, excepcionalmente hoje, este espaço de humor está de luto.

O motivo é que o grande chargista espanhol Antonio Fraguas de Pablo, mais conhecido como Forges, faleceu esta semana. É dele uma das mais icônicas charges sobre montanhistas feitas até hoje, que reproduzimos abaixo para homenageá-lo.

A charge acima, apesar de não ser feita por um montanhista, resume perfeitamente o espírito do esporte.

O cartunista faleceu vítima de um câncer de pâncreas e tinha 76 anos. Forges era um dos principais cartunistas do jornal El País, local onde trabalhou os últimos 23 anos.

Criou personagens inesquecíveis como o casal Concha e Mariano, Romerales e seus obstinados náufragos. Foi um inventor de vocabulário próprio como “muslamen” (algo como homem coxa) ou “bocata” (um tipo de sanduíche).

Quem foi Forges

Foto: https://elpais.com

Antonio Fraguas de Pablo nasceu em 1942 em Madri. Começou a desenhar aos 14 anos de idade, quando começou a trabalhar para a Televisión Española (TVE – empresa gestora da televisão pública espanhola). Passou a trabalhar profissionalmente como chargista no jornal Pueblo.

A partir de meados de 1995 passou a publicar suas charges no jornal El País, o maior jornal da Espanha. Além das charges dos jornais, Forges foi autor também de vários livros, tendo ganhado vários prêmios.

Nos últimos anos Forges mergulhou com entusiasmo a internet e as redes sociais. Era o colaborador d jornal que trabalhava com mais seguidores no Twitter (mais de meio milhão).

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.