Equipamentos impermeáveis, resistentes à água, hidrorepelentes, etc – Qual a diferença entre eles ?

No dicionário a palavra retórica costuma ser considerada a arte de falar bem e de se comunicar de forma clara a fim de conseguir transmitir ideias efetivamente. Porém os publicitários se apoderaram deste tipo de conceito e criaram temos muito parecidos entre eles mas que possuem significados totalmente distintos. Por conta deste tipo de deturpação linguística que é muito importante ter conhecimento de termos técnicos de equipamentos e não comprar um equipamento com um fim sendo que, na verdade, é para outro.

Um exemplo deste tipo de ilusão linguística são os termos utilizados para definir o comportamento de uma roupa quando em contato com a água : impermeável, resistente à água, à prova d’água, hidro-repelente. Todos estes termos referem-se à reação que um equipamento possui ao entrar em contato com a água.

Mas você sabe a diferença ?

Impermeável

Jaqueta_Solo2

Todo e qualquer equipamento outdoor que ostentar como qualidade ser impermeável quer dizer que ele não permite que água, fluido e derivados consegue atravessá-lo.

Não necessariamente quer dizer que este material seja respirável, por isso é imprescindível que o usuário esteja atendo que o seu equipamento seja as duas coisas (impermeável e respirável).

Isso porque um saco plástico pode ser considerado impermeável mas ele não é respirável. Assim o suor e vapores do corpo não atravessarão o equipamento deixando assim, no caso de uma roupa, o usuário sufocado e empapado de suor.

À prova d’água

a-prova-d-agua-1

O termo á prova d’água é uma propriedade típica de aparelhos eletrônicos. Portanto afirmar que, por exemplo, uma jaqueta é á prova d’água é errado. Seria o equivalente a afirmar que sua roupa não teria o funcionamento alterado por conta do contato com a água.

O conceito de à prova d’água é aplicado a aparelhos eletrônicos para definir atá que profundidade resiste quando submergido e se seu funcionamento é alterado.

Partindo deste princípio relógios, câmeras, smartphones, fones de ouvidos, aparelhos de GPS, etc, são equipamentos que podem ostentar este tipo de adjetivo.

Portanto para sua jaqueta, calça, meia, etc, não tem sentido prático afirmar a mesma coisa (que uma roupa é à prova d’água) pois o funcionamento de sua indumentária permanece inalterado quando submergido à água.

Resistente á água

a-prova-d-agua-00

Outro termo utilizado para designar a debilidade de aparelhos eletrônicos quando entram em contato com água.

Muitos aparelhos eletrônicos não resistem à submersão em água, mas resistem a respingos, gotas de chuva e suor do usuário.

Para este tipo de comportamento o mercado convencionou que chamaria de resistente à água, que em linhas gerais significa que um aparelho resistente à água é um “à prova d’água, mas não muito”.

Hidrorepelentes

Foto : http://www.carryology.com/

Foto : http://www.carryology.com/

O termo hidrorepelente é uma tradução de “water repellent“, que significa que a peça de roupa demora a absorver a quantidade de água a qual normalmente absorve. Utilizando outras palavras, e usando o exemplo de uma jaqueta, quer dizer que resiste respingos (como uma garoa) sem ficar molhada mas sob uma chuva forte ficará molhada.

Roupas hidrorepelentes não são, portanto, impermeáveis. Porém não há nada que garanta que uma indumentária que com este tipo de propriedade  seja respirável.

Há vários tipos de tecidos nas mais diversas marcas, por isso o mais prudente é ler as especificações do equipamento para saber se ele é respirável.

A mesma lógica utilizada para as roupas no caso de à prova d’água, vale para o termo “resistente á água”. Para algumas marcas estrangeiras utilizam o termo DWR (durable water repellent) que significa resistência à água prolongada (mas não permanente).

E se não prometer o que cumpre ?

Caso anuncie que seja respirável, mas durante o uso descubra que na realidade não é bem assim, busque denunciar tanto marca como loja. Somente com a vigilância dos consumidores as marcas, e os publicitários contratadas por elas, aprenderão a respeitar o público consumidor.

Muitas marcas estão ainda persistindo no mercado porque aproveitam a omissão e resignação do consumidor e seguem fabricando e vendendo produtos de qualidade inferior.

Fique de olho e nunca deixe de reclamar.

Sobre o Autor

Natalia De Marco

Natalia De Marco

Argentina de nascimento e brasileira de coração, é apaixonada pela Patagônia e Serra da Mantiqueira.
Entusiasta de escalada, trekking e camping.
Tem como formação e profissão designer de produto e desenvolve produtos para esportes de natureza.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.