Entrevista com Paula Helena Boing (This is from Matilda)

Umas das grandes ironias da vida é que quando jovens, época que temos bastante tempo e saúde para viajar, não podemos por falta de um bom aporte financeiro. Quando temos condições, e maturidade, de ir a algum lugar interessante muito provavelmente nos falta tempo e disponibilidade. Por este motivo no ponto médio destes dois extremos estão pessoas que procuram virar este jogo a seu favor e, na medida do possível, viajar para conhecer lugares interessantes e construir uma aventura que possa contar para os filhos e netos.

A brasileira Paula Helena Boing, que reside no estado de Santa Catarina, junto de seu namorado Germano, como toda pessoa jovem possui um grande desejo de viajar e conhecer o mundo. O casal decidiu então construir um motorhome em uma kombi e viajar para vários lugares juntos. O veículo, conhecido por sua fragilidade, já viajou com o casal por três países.

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Grande parte das viagens tornaram-se vídeos, os quais são muito bem produzidos, e que a cada semana gera mais audiência pra o casal. A kombi, batizada carinhosamente de Matilda, foi totalmente adaptada por Paula e Germano e toda a história de suas aventuras estão eternizadas em seu canal do youtube.

Para saber mais deste casal, que além de viajantes são duas pessoas roots de verdade e sabem o que significa a palavra aventura, a Revista Blog de Escalada os procurou para uma entrevista.

Para acompanhar as viagens e aventuras de Paula e Germano acesse : http://www.thisisfromatilda.com/

Paula, cada vez mais muitas pessoas planejam comprar um furgão para transformá-lo em motorhome. Porque vocês optaram por uma Kombi ?

Nós estávamos atrás de um carro grande onde poderíamos levar nosso equipamento fotográfico e as nossas bicicletas. Nós encontramos a Kombi e além de atender todos os requisitos ela se encaixava sem nenhum problema no nosso orçamento.

Transformar em motorhome foi algo que foi acontecendo naturalmente depois que deixamos ela em dia com a mecânica. Começamos comprando itens que seriam necessário para autonomia na estrada, como o fogão e outros utensílios que além de não ocupar muito espaço não quebrariam com o trepidar da Kombi.

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Na nossa primeira viagem já preparamos as nossas próprias refeições, mas ainda dormíamos no chão.

Ainda nos primeiros meses começamos com a marcenaria e depois de dois anos e meio sempre encontramos algo para ir melhorando.

Quais foram as principais dificuldades em customizar uma Kombi em motorhome?

Inicialmente, sem nenhuma dúvida, foi a falta de informação e de locais onde poderíamos encontrar essas informações. Você encontrava na internet brasileiros que já tinham reformado, assim como empresas que realizavam esse serviço, mas não encontrava material ensinando e dando dicas para fazer em casa.

Pensando nisso nós começamos a registrar as reformas e criamos o blog para auxiliar outras pessoas que estavam com o mesmo objetivo. Isso foi em abril de 2014, faz pouco tempo, de lá pra cá você já encontra diversos relatos e até produtos prontos, que teriam facilitado muito a nossa vida.

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Vocês já viajaram com a Matilda para diversos países. Quais foram as principais dificuldades de viajar até estes lugares ?

A bordo da Matilda nós já conhecemos 3 países além do Brasil, foram eles Argentina, Chile e Uruguai, esse último já visitamos duas vezes. Uma das coisas que nós mais gostamos é pesquisar, criar roteiros, tirar todas as nossas dúvidas antes de embarcar, então não tivemos muitos imprevistos pelo caminho (ainda bem!).

Acredito que uma das coisas mais chatas foi em relação ao dinheiro na Argentina, você consegue trocar seus reais apenas nas cidades que fazem fronteira com o Brasil e também em Buenos Aires, Bariloche e Mendoza.

Fora dessas cidades nós dependíamos dos caixas eletrônicos que nem sempre tinham dinheiro e nas outras vezes não aceitavam cartões com chip (que era o nosso caso), no final deu tudo certo.

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Atualmente qual é o planejamento de viagens de vocês com a Matilda ?

Nós voltamos da nossa viagem de 70 dias já planejando a próxima, mas antes resolvemos criar o nosso escritório e trabalhar em outros projetos. Nós sempre estamos na estrada, quase todo final de semana vamos para um lugar novo, planejamos em breve tirar umas férias e voltar a passar uns dias pela estrada.

Estamos planejando um primeiro roteiro por Santa Catarina, para conhecer várias cidades que temos vontades e fazer mais atividades ao ar livre, retomamos a prática do trekking recentemente e estamos incluindo diversos roteiros para esse tempo de folga, além de outros esportes.

O objetivo é sair de casa e aproveitar ao máximo e sem pressa os nossos destinos.

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Qual foi a reação de seus pais quando falou dos seus planos de construir a matilda ?

A surpresa maior deles foi na hora da compra da Kombi, ninguém foi contra, mas eles achavam que era um pouco de loucura.

Toda a transição dela para uma mini casa foi vista com os mesmos olhos, mas sempre sem nenhum problema. Até que chegou a hora de pegar a estrada pela primeira vez, que envolveu um pouco de preocupação, mas nada diferente das outras viagens que a gente já tinha realizado.

Seu canal de youtube periodicamente publica vídeos de suas viagens. Como é o trabalho de criar conteúdo deste tipo ?

O Germano já trabalha com produção de vídeos faz mais de cinco anos, então filmar e editar é algo do dia a dia dele. Quando nós começamos o blog não tínhamos o interesse de filmar os processos, depois de um tempo achamos que seria legal e continuamos até hoje.

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Atualmente quem cuida desse processo de captação e edição é a Paula. Alguns vídeos tem até roteiro, outros são criados no improviso. Planejamos na próxima viagem tirar um tempo do dia para filmar e criar mais vídeos mostrando o dia a dia da Matilda.

O nosso objetivo é sempre criar material de qualidade, não postar vídeos só para manter a frequência, nos preocupamos muito em passar informações e não fazer o público perder o interesse.

Para quem planeja construir seu próprio motorhome, qual seria seus principiais conselhos ?

Nosso principal conselho é comece agora, do jeito que você puder e tenha criatividade. Nem todo mundo que começou mochilando, tinha a melhor mochila. Logo, quem quer viajar de carro não precisa ter uma Kombi ou um motorhome gigante.

Pesquise, pesquise, pesquise. Se você começar a procurar vai encontrar pessoas que viajam em todo tipo de carro, vai encontrar várias formas de adaptação e é possível que você acabe se interessando por algo totalmente diferente daquela primeira coisa que imaginou.

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Foto : Acervo Pessoal Paula Boing

Não se desespere em terminar rápido a reforma, porque nós podemos garantir, sempre vai ter algo que você vai querer mudar.

Se você começar aos poucos, vai ver quais são as suas necessidades e vai adaptando o carro para o seu estilo. Isso tudo pode levar semanas ou anos para acontecer, mas um dia vai ter que começar.

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.