Entrevista com Alex Megos

O alemão Alexander Megos começou a escalar aos seus anos de idade, e já escalava vias de várias cordadas com seu pai aos 10 anos. Seu curriculum é impressionante e sem sombra de dúvida serve de inspiração para todo e qualquer jovem que necessite de se inspirar.

No ano de 2009 Alex Megos, como é mundialmente conhecido, escalou seu primeiro 8c Francês (11a brasileiro) e dois anos mais tarde um 9a Francês (11c brasileiro).

Neste mesmo ano, e no seguinte, Alex Megos ganhou o campeonato europeu júnior e segundo lugar no  Youth World Championship em Edimburgo.

Foto: M -Schaefer

Foto: M -Schaefer

Megos assim que formou no segundo grau ganhou carta branca de seus pais para dedicar-se à escalada, e desde então vem realizando marcas impressionantes. No ano de 2013 fez a primeira ascensão à vista de um 9a Francês (via situada em Siurana com várias confirmações do grau).

Recentemente Alex Megos realizou a segunda cadena da mítica via First Round, First Minute, via localizada em Mangalef e graduada em 9b Francês (12b brasileiro).

Em sua primeira, e exclusiva, entrevista para um veículo brasileiro, Alex Megos respondeu abertamente sobre os mais variados temas em suas primeira palavras para a comunidade de escalada do Brasil.

Alex. como você consegue gerenciar seu treinamento, estudos e viagens para os mais diferentes locais de escalada do mundo?

No momento estou focado na escalada desde que eu terminei o colegial em 2012.

Por isso eu tenho tempo suficiente para viajar pela Europa e fazer meu treinamento.

Foto: Mikey Schaefer

Foto: Mikey Schaefer

Assim como todo mundo você provavelmente tem um projeto para 2016. Qual é seu principal objetivo em 2016.

Para ser honesto eu não tenho de fato nenhum projeto para este ano.

Eu vou escalando o que vier e o que me inspirar.

Você tem algum plano de visitar o Brasil ou a América do Sul em um futuro próximo?

Eu provavelmente não irei para a América do Sul ou Brasil este ano.

Minha agenda já está muito cheia.

Mas eu tenho um grande amigo no Brasil e quero visitá-lo um dia, então espero que seja possível estar aí um dia.

Foto: M Schaefer

Foto: M Schaefer

É possível você dizer quais foram os melhores lugares que você já escalou?

Alguns dos melhores lugares que eu já estive, com certeza, foi Espanha, Austrália e algumas partes dos EUA!

Como a sua família encara a sua vida e te ajuda na sua vida de escalador profissional?

Eles sempre me apoiaram desde o início na escalada.

Meu pai me levou, assim como toda a família, para escalar. Por isso sempre íamos para a rocha desde que éramos jovens.

Por isso quando eu estou em competições meus pais cruzam a Europa de carro para fazer o possível para que eu participe dos campeonatos.

Foto: Ken Etzel

Foto: Ken Etzel

Para escaladores que querem escalar forte como você, qual seria o seu conselho?

Me conselho é tentar e focar na técnica.

Especialmente os homens têm de colocar um foco especial na sua técnica quando tendem a fazer tudo pela força.

Quem são os escaladores que inspiram você a sempre superar seus limites?

Eu acredito que todo escalador pode ser uma inspiração.

Todo mundo tem algo que é único e me motiva a superar os meus limites.

Foto: EpicTV

Foto: EpicTV

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.