Entrevista Ana Ligia Fujiwara

Caso existisse uma premiação para alguém ser diplomata e conseguir frequentar todos os círculos de pessoas existentes na escalada, e nos esportes de montanha em geral, uma forte candidata seria a paulista Ana Ligia Fujiwara.

Foto : Julio Kalango

Foto : Julio Kalango

A escaladora parece se multiplicar em várias pessoas conseguindo atuar não somente de maneira destacada no esporte, como também nos papeis de mãe e esposa.

No passado Ana Ligia já tinha inovado na produção de filmes outdoor com o “Elas na Pedra”, que foi a primeira produção exclusivamente com mulheres no Brasil.

Passado um tempo desde a última entrevista de Fujiwara para a Revista Blog de Escalada muita coisa mudou, e de lá para cá ela mesma ja desenvolveu vários projetos pessoais e profissionais.

Ana Lígia é atleta Deuter e através do site EscaladaINT tem o apoio: Five Ten BR, Trango BR, Deuter, Hipnose – Saco para magnésio diferenciado e 4climb.

 Ana Ligia você foi uma das idealizadoras do projeto Elas Na Pedra, filme de escalada somente com mulheres. Na sua opinião o que mudou de lá para cá?

A ideia do filme era mostrar a diversidade… meninas, sotaques, estilos, vias, picos… mas com um ponto em comum: a paixão pela escalada.

Para que?

Para divulgar o esporte e motivar mais meninas a praticarem, a acreditarem em si e na sua evolução.

O filme já foi ao ar faz tanto tempo e até hoje recebo mensagens lindas das meninas dizendo que o filme inspirou… a treinar… a evoluir… a voltar a escalar… a guiar… a acreditar!

O que mudou de lá para cá?

Foto : Julio Kalango

Foto : Julio Kalango

Sinto as escaladoras mais unidas e motivadas! Realizando encontros femininos, treinos para mulheres, trips femininas, videos só com meninas, fanpage de escaladoras, grupos no Facebook, no WhatsApp, blogs…

É incrível porque uma motiva a outra, há trocas de experiências, dicas de treinos, alimentação…

Adoro sentir essa vibe feminina !

Você é considerada como uma das escaladoras mais fortes do Estado de São Paulo. Porque nunca se animou a competir em campeonatos?

Nossa, agradeço imensamente pelo “uma das escaladoras mais fortes do Estado de São Paulo”!

Quando comecei a evoluir, nunca imaginei escalar um nono grau.

No fundo sonhava… mas não acreditava.

Por que nunca me animei em competir ? Porque simplesmente AMO a rocha!

Foto : Rafael Rodrigues

Foto : Rafael Rodrigues

Se eu pudesse só escalar na rocha, seria um sonho!

Treino em resina para evoluir nos meus projetos.

Admiro muito as atletas de competição, não entendo como elas conseguem lidar com toda aquela pressão.

Mas para competir, eu teria que focar nisso… e eu quero ir para rocha… SEMPRE!

Recentemente você foi reconhecida por uma marca ao ganhar apoio dela. O que representa para você este tipo de reconhecimento?

Representa uma enorme e inesperada alegria !

Foto : Felipe Sertã

Foto : Felipe Sertã

Realmente não esperava isso… quando recebi o convite fiquei uns minutos em estado de choque… o Rafa (meu marido) fazendo a maior festa, super orgulhoso e eu parada… estática.

Nós já tínhamos o apoio da Deuter ao EscaladaINT, mas confesso que fazer parte do time de atletas é uma honra.

Desde que seu filme “Elas na Pedra” foi disponibilizado na internet fala-se de um “Elas na Pedra 2”. Há algum plano seu para a realização de algo assim?

Sim!

O “Elas na Pedra” foi uma junção de videos de escalada, para mostrar a diversidade e a paixão das escaladoras; e motivar as meninas a praticar escalada !

Queremos manter essa mesma vibe no Elas 2, mas tentar uma abordagem mais profissional !

Você é uma escaladora esportiva que se dedica a projetos particulares de escalada esportiva. Você planeja começar a escalar outros tipos como tradicional ? Por que?

Eu adoro a escalada esportiva !

Adoro escalar vias exigentes, que me fazem buscar sempre a evolução.

Adoro boulder, mas acho que meu corpo não foi projetado para fazer tanta força em movimentos repetitivos… então sempre me lesiono.  

De vez em nunca, tento escalar uma via tradicional !

Eu morro de medo da altura, mas adoro este estilo de escalada.

Foto : Rafael Rodrigues

Foto : Rafael Rodrigues

Neste último EENe (Encontro de Escaladores do Nordeste) que aconteceu em Quixadá (CE), tive o prazer de dividir a corda com meu amigo querido, o Clark, numa via mista de 120m, a via Patrimônio Nordeste 7/VIIb E2D2.

Foi MUITO difícil lidar com tantas adversidades: calor, rocha diferente, altura…

O Clark guiou todas as cordadas, mas foi um aprendizado e desci da via renovada!

Você é mãe e esposa dedicada. Como é a administração do seu tempo para dar atenção a todos e ainda ter espaço na agenda para treinar forte?

Durante o dia tento conciliar trabalho, casa e filho, já que o Rafa sai cedo para o trabalho e fica o dia todo fora.

À noite, jantamos juntos e enquanto o Rafa acompanha o Gab nas tarefas do colégio, eu vou treinar.

Tento ser bem determinada… pode estar frio, calor, chovendo… eu sempre treino. Nem sempre é bom, nem sempre é fácil.

Mas perceber os resultados desses treinos nos meus projetos é  compensador!

Foto : Rafael Rodrigues

Foto : Rafael Rodrigues

Fora da escalada você também é mãe e esposa. Como consegue equilibrar todos estes papéis sociais?

É muito fácil porque sou casada com o Rafa !

Marido, parceiro, amigo e amor.

O Gab, nosso filho, começou a andar, correr e se pendurar no muro de escalada… tudo ao mesmo tempo !

Escalada é um estilo de vida para gente… então dividimos tudo!

Foto : Ana Ligia Fujiwara

Foto : Ana Ligia Fujiwara

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.