Entenda como é feita uma crítica de filmes outdoor.

filmreel1[1]A língua portuguesa é rica em palavras para designar ações e situações vividas.

Porém no aspecto de avaliação de um filme a palavra “crítica” pode ser muito mal entendida.

Pode passar a impressão de que está falando mal, o que não é verdade.

Seguramente quando alguém realiza uma critica de um filme, está ali a opinião de quem escreve.

Porém é obrigatório que o avaliador tenha uma mente mais aberta à pluralidade de estilos e culturas.

Para cada crítica realizada pelo Blog de Escalada, o objeto de análise (no caso o filme) é assistido no mínimo de 2 a 3 vezes.

A quantidade varia de acordo com a duração, pois fica inviável assistir muitas vezes um filme com mais de 2 horas.

O objetivo de cada crítica é fornecer ao público entusiasta de filmes outdoor uma maneira de saber se seu trabalho está evoluindo ou não.

Avaliar um filme em nada tem a ver com a qualidade técnica da escalada, caminhada ou o esporte em questão.

Para que o serviço de avaliações de vídeos ficasse com uma qualidade mais técnica tivemos a iniciativa de fazer dois cursos, e estamos matriculados em mais um para o início de 2013.

Foram realizados os cursos de “Análise e crítica cinematográfica” e “Roteiro e execução de documentário”.

Além disso assistimos cerca de 30 horas semanais de filmes, vídeos e séries de TV por pura paixão, e vontade de aprender cada vez mais.

Todos os filmes que não estavam disponíveis gratuitamente pela internet, foram devidamente COMPRADOS. Tudo para que possamos incentivar o gênero.

Quem paga isso?

Os anunciantes do site, além de nós mesmos.

Ao final do semestre os filmes são cedidos aos patrocinadores, parceiros e colaboradores do site.

Por exemplo : a marca de magnésio 4Climb recebeu um volume de 7 DVD´s para serem exibidos em cada um dos eventos de escalada organizados por eles.

O objetivo disso é mostrar a todo público filmes de grande qualidade.

Este tipo de cortesia não é feito por NENHUM site, blog ou revista do Brasil.

A nossa análise de filmes outdoor é feita quase que com exclusividade em sites de língua portuguesa, e até mesmo espanhola.

Filmes outdoor estão sob a categoria de documentários, e hoje está em crescendo em popularidade.

Daí vem a importância de avaliar cada trabalho para que sirva de parâmetro para quem quer se dedicar a esta categoria.

Movidos por este interesse profundo por cinema outdoor que nós do Blog de Escalada organizamos o Reel Rock Tour 7 em 2012, e já estamos preparando a próxima edição para 2013.

Itens avaliados em cada filme 

O propósito de sair de um formato de vídeo ilustrativo, e ganhar o adjetivo de “filme” (curta ou longa metragem) deve haver uma história a se desenvolver.

O conceito de documentar alguma viagem, feito esportivo, ou personalidade há de desenvolver uma história.

A história pode ser superficial, ou pode ser mais densa, ficando sempre a critério de quem o realizar.

Porém, a existência de haver uma história é fundamental.

Importante lembrar que imagens ilustrativas com música de fundo, ausência de diálogos, e completo foco em ação do que em história entra em outra categoria: filmes pornô.

Roteiro

O roteiro é a alma de cada filme.1343247922_419296284_1-film-directing-fundamentals-and-screenplay-basics-Neighborhood[1]

Existem roteiro sem filme, mas não existe filme sem roteiro.

Entenda por roteiro a maneira que você irá contar a sua história.

Existem diversas maneiras de fazer isso, ficando sempre a critério dos produtores saber definir qual é o objetivo

Um filme outdoor não necessita, obrigatoriamente ,de um roteiro denso, com diálogos profundos.

Porém todo e qualquer filme tem de ter a preocupação em possuir um roteiro.

Imagem

A qualidade da imagem imagem ajuda a um filme ser agradavel de ser assistido.

Porém não é garantia de que seja um filme fantástico.

Importante salientar que uma boa fotografia em um filme , não necessariamente é uma boa paisagem.

Entenda por qualidade de imagem itens como:  captação de imagem como regra dos terços, estabilidade, nitidez e foco.

Edição

A edição é o processo mais trabalhoso de um filme.

Nele é que toda a captação de imagens irá fazer sentido.

Durante a edição é que a existência de um roteiro faz sentido, até mesmo para seguir de orientação do que deve ser mostrado, e sobre qual o propósito do filme.

Mesmo que a qualidade das imagens forem ruins, uma boa edição transforma em um bom filme.

Costurar captação de imagens sem preocupação com uma história, é característica de um video-clipe, ou filme pornô.

Notas 

Para que seja quantificado cada um dos itens técnicos, há o critério de notas.

Cabe ao leitor concordar ou não com a nota.

Mesmo que um filme ganhar uma nota ruim, o mundo não irá acabar, nem fará com que deixe de existir.

Apenas ficará registrado que deve melhorar em muitos aspectos.

Fazer filmes exige trabalho, e isso é inevitável.

Porém o que é avaliado é o resultado final deste trabalho.

Ninguém passa a ser de uma categoria inferior apenas por realizar um trabalho ruim.

O contrário também tem o mesmo significado: Ninguém se torna um ser superior por ter realizado um trabalho excelente.

  = Significa que o filme é ruim, e seus realizadores deveriam rever alguns conceitos de realização de projetos. Itens básicos de execução como  roteiro, imagens e edição necessitam ser revisados, assim como não havia história existente.

= Significa que o filme é fraco, e seus realizadores necessitam de ajustar alguns pontos a melhorar. Foi mostrada alguma qualidade de roteiro, imagens e edição. Porém foi uma qualidade em pontos isolados e durante parte da exibição apresentando história ter sido confusa ou cansativa.

 = Significa que o filme é bom. A produção é entretenida, porém não atrativa a quem não pratica o esporte retratado. As imagens e edição são de boa qualidade, e a história interessante, porém deveria ter sido mais aprofundada e aprimorada os fatores ténicos de filme.

 = Significa que o filme é ótimo. A produção além de entretenida, agrada até mesmo quem não faz parte do esporte retratado. Imagens e edição de qualidade impecável, história interessante e que teve seu desenvolvimento correto. Porém necessita de pequenos ajustes de roteiro ou em sua duração.

 = Significa que o filme é excelente. A produção é indicada para todo o tipo de público, e agrada ao espectador em toda a sua duração. Este é um filme a se recomendar a qualquer pessoa a assistir.

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

There are 3 comments

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.