Escalador abre em solitário nova via de 320 metros na face norte da Pedra do Baú

Atualização 28/03/2019 18:30 – A Redação da Revista Blog de Escalada conseguiu contato com o escalador Eliseu Frechou, que finalizou a via no final da tarde de hoje. Em declaração exclusiva, Frechou enviou a seguinte declaração:

O nome da nova via é “Skywalker”, uma a via das Abelhas 5° A1, onde segui por umas variantes para deixar a via mais reta e fácil de puxar os bags, chega no platô da Domingos Giobbi, que na verdade é o platô onde o Galba Athaíde e o Adalbert Kolpatzik chegaram primeiro com a via das Abelhas.

Segue uma enfiada e pouco pela “No Olho do Furacão”, A3 que eu abri com o Márcio Bruno e o Ricardo Bordon em 1997, e após uma enfiada, cruza a “Mela Cueca” do Rodrigo Raineri em 20 metros e segue novamente independente e em linha reta até o cume.

Foto: Artur Frechou


Publicação original: 28/03/2019 11:20

O escalador paranaense Eliseu Frechou (radicado em São Bento do Sapucaí-SP há 30 anos) iniciou desde a terça-feira a abertura de uma nova via na face norte da Pedra do Baú. Frechou escolheu abrir a nova via em solitário (com equipamentos de segurança, mas sem nenhuma parceria). De acordo com as informações cedidas pelo escalador, a nova via unirá as vias das Abelhas”,”No Olho do Furacão” e fica autônoma a partir dos 30 metros acima do platô da “Domingos Giobbi”.

De acordo com as informações disponibilizadas pelo montanhista, irá usar mais de 70 quilos de equipamentos de escalada, que inclui cordas, mosquetões, portaledge, além de água e comida. Caso consiga finalizar a via, será uma linha de aproximadamente 320 metros de extensão na parte mais negativa da face norte da Pedra do Baú.

Foto: Artur Frechou

Eliseu Frechou é um dos mais antigos, e ativos, escaladores do Brasil, tendo em sua carreira aberto mais de 250 vias de escalada em território brasileiro e internacional. Frechou também capitania uma das mais tradicionais escolas de escalada do Brasil, tendo, nas suas próprias palavras,”uma das escolas com currículo mais completo e abrangente sobre escalada no Brasil”. Frechou também se orgulha de dizer que nenhum de seus alunos, nos 30 anos de carreira como professor de escalada, sofreu acidente.

O paranaense é dos poucos escaladores brasileiros que se dedicou a realizar expedições propriamente ditas. Nas décadas passadas que dedicou-se a realizar expedições a lugares inóspitos, como, por exemplo, Mali e Monte Roraima, além de ter realizado escaladas em vias de destaque no El Capitan, Half Dome, Lotus Flower Tower e Potrero Chico.

A data para finalizar a via, que pode ser das maiores linhas da Pedra do Baú, é para o final desta semana.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.