Cuidados com sacos de dormir

Um dos equipamentos que grande parte dos escaladores possuem é o saco de dormir. Este equipamento dever escolhido com muito cuidado, sempre visando um uso prolongado do mesmo.

Passar frio quando se está dormindo não é agradavel, e acordar tremendo de frio menos ainda.

Abaixo ha uma reportagem muito bem escrita pelo Márcio Bortolusso sobre este equipamento que é um grande companheiro de viagens.

Os sacos de dormir representam um dos equipamentos que mais nos proporcionam prazer durante as nossas aventuras, responsáveis pelo conforto e segurança de noites inesquecíveis. A seguir algumas dicas de como cuidar de seu equipamento adequadamente.

Começando pelo básico, nunca enrole ou dobre o seu saco de dormir para guarda-lo em seu saco compressor. Sempre o comprima de forma desordenada e sem torções, para que suas fibras e tecido não “viciem” dobras (a chamada “memória”), dificultando a sua perfeita expansão e comprometendo assim a sua eficiência térmica.

Em casa, nunca o guarde no saco compressor ou dobrado para não danificá-lo da mesma forma. Guarde-o em um cabideiro aberto, sempre na posição vertical e abrigado de fontes de luz e calor. Se for guarda-lo em um armário, que seja bem arejado.

Outra forma de armazená-lo indicada por alguns fabricantes é dentro de um enorme saco de algodão, longe da poeira e sem comprimí-lo. Jamais guarde seu saco sujo, úmido ou em embalagens plásticas, para evitar a proliferação de mofo. O uso de desumidificadores e inseticidas que contenham paradiclorobenzeno em seu armário (para traças, sem cheiro e inócuo aos tecidos) é recomendavel para a proteção de seu saco, mas jamais os utilize diretamente em contato com o produto.

Como grande parte dos equipamentos de montanhismo que possuem fibras e/ou tecidos, quanto mais você lavar o seu saco de dormir mais ele terá sua vida útil reduzida. Portanto, lave-o somente quando for realmente necessário, ou seja, suje-o o mínimo possível.

Alguns sacos podem ser lavados sem danos seguindo alguns cuidados básicos, outros, como alguns com enchimento de fibras sintéticas não podem ser lavados. O correto é ler o manual do fabricante para descobrir se é possível lavar o seu saco e qual o método adequado de lavagem. Caso seja um saco lavável, o ideal é seguir as recomendações de seu fabricante.

Em geral, recomenda-se deixar o saco de molho em água morna por meia hora e lavá-lo esfregando o tecido com cuidado, sem o uso de escovas ou sabão. Caso esteja muito sujo, use uma escova de cerdas finas e sabão neutro, certificando-se da completa remoção de seus resíduos.

O ideal é que a secagem seja na posição horizontal, de preferência em um varal trançado que suporte o seu tamanho. Os raios ultravioletas são um dos maiores inimigos das fibras sintéticas, portanto seque-o à sombra e quando estiver aparentemente seco deixe-o por uns 20 minutos ao sol para a garantia de sua secagem.

Nunca lave o seu saco de dormir a seco, a não ser que seja orientado pelo fabricante. E em hipótese alguma lave seu saco na máquina, utilize alvejante ou passe-o, alguns dos métodos mais eficazes para destruí-lo.

Mantenha o zíper do saco sempre limpo e longe de sujeiras. Sempre que precisar, lubrifique-o com parafina ou silicone (em pasta ou líquido). Mas cuidado com os silicones automotivos, pouco espessos e que podem conter corantes e derivados de petróleo, capazes de agredir o seu saco.

Após viagens ao litoral, lave-os bem para a remoção da areia e do sal proveniente da maresia, capazes de corroer os cursores e destruir alguns modelos de zíperes.

Seu equipamento também deve se manter distante de químicos em geral, especialmente dos derivados de petróleo (gasolina, óleo diesel, etc), produtos altamente danosos aos componentes do saco.

Em viagens longas e de pouco uso, não deixe seu saco por dias guardado dentro da mochila. Se possível, deixe-o aberto ventilando.

Sempre que possível, deixe seu saco “descansar” e arejar ao menos um dia entre cada uso. Durante os dias de acampamento, deixe-o ventilar do lado avesso e, até mesmo, tomar uns 20 minutos de sol para a evaporação da umidade produzida pela condensação noturna.

Use sempre isolantes térmicos, que além de regularizar o terreno e proteger o usuário da friagem do solo, também reduzem a absorção de sujeira e umidade pelo saco.

Durante a trilha, nunca o transporte fora da mochila, para não danificá-lo nos obstáculos do caminho. O ideal é transportar o saco no fundo da mochila embalado em um saco plástico para proteger da chuva e da umidade.

Caso tenha que dormir sem tomar banho, ao menos vista roupas limpas e lave seus pés, pois os resíduos de sujeira e a própria oleosidade da pele são agressivas aos materiais do saco. Além disso, podem favorecer a proliferação de fungos e bactérias, alguns extremamente contagiosos e responsáveis por grande parte das doenças dos pés. Lembrando que a sujeira é o nutriente predileto do mofo e que os ambientes escuros, úmidos e quentes são ambientes ideais para a sua formação.

Em hipótese alguma entre em seu saco de botas, para não sujá-lo ou rasgá-lo.

Ao final de cada viagem ou nos preparativos da próxima, verifique sempre o estado do zíper, do tecido e das costuras.

Precisando fazer algum reparo, acione a garantia ou procure os serviços do fabricante, evitando aumentar o problema com mão de obra inadequada.

Um saco bem cuidado poderá lhe acompanhar por muitos anos, proporcionando-lhe algumas de suas mais agradaveis noites.

Fonte: http://www.penatrilha.com.br/index.php/cuidados-com-sacos-de-dormir


Veja como comprar em: http://www.trilhaseaventuras.com.br/atividades/materia.asp?id_atividade=2&id=17

http://www.fernandozara.com.br/archives/764

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.