Cuba é o paraíso proibido da escalada mundial?

Não como deixar de associar as imagens do ditador Fidel Castro, do guerrilheiro Ernesto “Che” Guevara à Cuba, e das inúmeras sanções comerciais que os EUA impôs ao país.

Politicamente a ilha que é cercada de controvérsias nos últimos 50 anos começa a vislumbrar um futuro mais promissor tanto para cubanos, quanto para turistas.

Aproveitando que até mesmo a banda britânica Rolling Stones se apresentou no país, a escaladora americana Sasha DiGiulian visitou com amigos Cuba, e descobriu um diamante bruto em termos de escalada em rocha.

escalada-cuba-1

Com um potencial absurdo em falésias de calcário, as quais são pouquíssimo exploradas (a escalada permaneceu proibida na ilha por muito tempo) Cuba é mais um destino a se colocar no caderninho de lugares para visitar.

Sasha DiGiulian visitou os lugares conhecidos como Valle Viñales, Salon de los Gigantes, Cayo Jutías, além da capital do país Havana.

Valle Viñales é um paraíso ecológico protegido pela constituição cubana desde 1976, e foi declarado monumento nacional em 1978, condecorado como patrimônio da humanidade em 1999.

Considerado o berço da escalada cubana,  Viñales possui muitos negativos, com diversos níveis de dificuldade, com mais de 300 vias esportivas já equipadas, mas com potencial para pelo menos o triplo disso.

Toda a rocha do local é calcário, com grande variações de formações de concreções, buracos, cavernas e tetos, muito similar à Tailândia para a escalada mas, nas palavras de Sasha DiGiulian, de melhor qualidade.

A escalada em Viñales em 2012  foi proibida, assim como toda e qualquer visitação ao lugar.

escalada-cuba-2

Restrição governamental

Como a escalada em Cuba foi proibida desde 2012, o mais importante ginásio de escalada na ilha foi demolido, colocando o esporte na estaca zero.

No momento somente escaladores visitantes, como Sasha DiGiulian (que já prometeu voltar em breve à Cuba), são os fornecedores de equipamentos aos nativos da ilha para que possam conquistar vias de escalada e, inclusive, praticar o esporte.

Atividades de natureza como trekking (como a escalada é tratada pelo governo cubano) é considerada como não prioritária para o governo, e portanto proibidas por serem consideradas subversivas.

Para um esporte ser considerado de fato “esporte” deve ser olímpico, e assim reconhecido pelo governo como atividade esportiva, e consequentemente somente reconhece associações esportivas se é “esporte globalmente reconhecido”.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.