Crítica do filme “Eden”

eden-5Curiosamente o gênero de filmes outdoor não explora bastante o recurso de homenagear praticantes das primeiras gerações dos esportes que retrata. Existem, claro, algumas produções do gênero que exploraram com habilidade este tipo de proposta como “Valley Uprising” e “Brave New Wild“, quando ambos abordaram as escaladas em Yosemite nos anos 60 e 70. Até mesmo no Brasil filmes como “Cariocando” buscaram eternizar  histórias dos escaladores pioneiros do esporte, mas ainda é uma temática pouco explorada por quem se disponibiliza a realizar um filme.

Apesar dos praticantes ainda procurarem, e produzirem, conteúdo muito centrado neles mesmos, cada qual à sua característica, muitos nomes da antiga geração permanecem esquecidos, ou até mesmo sendo apenas referência em algum tipo de reportagem. Algumas destas muito superficial e fora da realidade do esporte.

eden-4

Procurando fugir um pouco do lugar comum de grunhidos e rock-porn, já está bastante desgastado, o filme “Eden” de Dom Bush, da produtora Land and Sky Media, é uma proposta interessante de como realizar um filme outdoor. A produção procura em toda a sua exibição dar mais profundidade ao documentário, e mesmo mostrando cenas de escalada de dificuldade procura mostrar mais do que a simples masturbação de um grau.

“Eden” é um documentário sobre os escaladores britânicos, dos anos 1970 e 1980, Lamb, Botterhill e Armstrong que fazem parte da história do desenvolvimento do esporte na Inglaterra. Porém durante todo o filme não é colocado dados biográficos descrevendo detalhes de suas infâncias, mas o roteiro foca somente em suas escaladas e de como elas foram visionárias para a época.

eden-2

As histórias são contadas por quem as viveu, e cada diálogo é enriquecido com fotos e detalhes de catalogação de vias (todas na escala inglesa). Há ainda uma repetição de um boulder que é uma espécie de highball de aderência, que retrata qual o nível de habilidade que tinham os escaladores da época.

Várias vias icônicas para a época são repetidas por escaladores habilidosos dos dias atuais, que confirmam a admiração por alguém a ter conquistado com tão poucos recursos.

eden-1

Mesmo com um ritmo mais lento que maioria dos filmes outdoor, e sem uma trilha sonora marcante e saudosista, “Eden” é uma homenagem sóbria de de muito bom gosto de escaladores de uma época cercada de nostalgia. Mas o que merece ser destacado da direção de Dom Bush é a preocupação em não tornar-se excessivamente sentimental, além de deixar claro que a vida é feita de ciclos e fases.

Ao final da exibição é inevitável que o expetador fique emocionado com o que assistiu, e no mínimo motivado a realizar  outras homenagens a tantos outros praticantes anônimos para muitos mas inesquecíveis para quem os conheceu.

Nota Revisa Blog de Escalada: 

eden-3

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.