Costuras de escalada: Tudo aquilo que você sempre quis (e precisava) saber e ninguém contou

A melhor maneira de combater qualquer índice alarmante de acidentes, é com a educação e difusão de conhecimento. Não adiante estabelecer proibições, bater boca em listas de whatsapp, colocar opinião em listas de discussão e assim por diante. O melhor caminho é o da educação e ensino das pessoas. Há, inclusive, um ditado muito antigo que prega que “nesta vida a gente aprende, aprende, aprende… Mas morre burro”.

Em esportes outdoor, seja qual for a modalidade, é imprescindível estar atualizado com os conceitos todo o tempo. Atualizados por livros, sites que divulgam artigos técnicos e, sobretudo, acompanhar o que professores do assunto tem a dizer. Quando a algum conhecimento o argumento “eu acho”, pode custar a sua vida ou a de um indivíduo.

Uma das pessoas mais prestigiadas quanto ao ensino de montanhismo em todo o mundo é o espanhol Pedro Partal. Seu canal de vídeos no YouTube, é dos mais populares e seus vídeos possuem um volume de visualizações de fazer inveja a qualquer youtuber. Grande parte de seu conteúdo é sobre artigos técnicos de escalada, todos educativos e bastante claros a respeito de vários assuntos.

No final da semana, Partal publicou um vídeo completo no qual disseca um assunto bastante debatido por escaladores: costuras de escalada. O vídeo no topo do artigo possui pouco mais de 19 minutos e, mesmo estando em espanhol, serve de excelente referência a quem deseja ter um conhecimento de credibilidade e propriedade.

Partal mantém um site sobre segurança em montanha, o qual é referência.

Costuras de Escalada

As costuras, em português do Brasil, é o nome dado ao conjunto formado por mosquetões e uma fita costurada que os une. Este equipamento, que suporta até 2.200 kg, é utilizado para que o escalador, enquanto realiza uma progressão na via, passar a corda por um dos mosquetões para se proteger.

Um dos mosquetões da costura, com gatilho reto, é projetado especialmente para ser passado pela chapeleta (ou grampo P). O outro mosquetão da costura, com gatilho curvo, é para que a corda passe por ele.

Aqui na Revista Blog de Escalada, há um grande número de artigos sobre o assunto de uso das costuras de escalada. Caso necessite de mais ajuda quanto ao tema, não dixe de ler os artigos abaixo:

Veja ilustração para usar corretamente as costuras de escalada

O inimigo oculto: O desgaste de um mosquetão poderia cortar uma corda de escalada?

Avaliação costura de escalada Rocky – Simmond

Uso de costuras: De que lado tem de estar o gatilho do mosquetão?

Como evitar o perigo do giro do mosquetão em grampos tipo “P”

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.