Conheça os circuitos de força para treinar músculos antagonistas da escalada

Este artigo nos chegou graças ao nosso parceiro escaladagranada.es O artigo foi traduzido e possui bons conselhos.

Treinar os músculos antagonistas da escalada nos ajudará a prevenir lesões, aumentando a força, evitando que sejam produzidas compensações que possam gerar uma provável tendinite. Tendinite esta que é, neste caso, produto das tensões desiguais entre músculo mais, ou menos, implicados na escalada.

Exercício

Como já comentamos em outros artigos, todos os escaladores, em algum momento, já escutaram falar sobre a importância de treinar a musculatura antagonista na escalada. Entretanto, existe uma confusão generalizada pelos praticantes, que desconhecem quais são estes exercícios que ajudam a compensar músculos que são menos implicados na escalada.

Por isso, é importante deixar claro os termos técnicos, para entender como funciona este tipo de musculatura e quais ações estão envolvidas. Para isso, recomendo que leia o artigo de exercícios orientados à musculatura da escalada.

O vídeo abaixo é composto por quatro circuitos de exercícios, orientados a diferentes grupos musculares para treinar os músculos antagonistas da escalada de maneira específica.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=3WUcgMRpxuE]

Treinamento com circuitos

Importante também comentar que esta forma de treinar, em circuitos, consiste na realização de vários exercícios em sequência. Estes exercícios podem ser realizados em função do grupo muscular que esteja sendo trabalhado, podendo englobar todos os grupos musculares de uma maneira geral, ou também concentrarmos em alguns específicos.

Para a realização deste tipo de treinamento é necessário uma planificação prévia. Para que saibamos, a todo momento, quais são os exercícios que devem ser executados e que irão ser realizados de maneira rápida e concisa (do mesmo jeito que uma coreografia).

Estes exercícios programados no circuito do vídeo (assista ao vídeo acima), são realizados em séries longas sem descanso entre elas. Os circuitos podem ser realizados no treinamento em curto espaço de tempo, com descansos reduzidos a cargas relativamente rápidas e que não permitam hipertrofiar a musculatura. O objetivo é deixar a musculatura tonificada, potente e rápida.

Considerações

Ao realizar estes programas de trabalho muscular para fortalecer a musculatura antagonista, temos que levar em conta cargas leves e séries longas, as quais oscilarão entre 10 a 20 repetições. O motivo de realizar estes circuitos é a de englobar cada parte dos grupos musculares e, assim, mante-los preparados para enfrentar qualquer movimento na escalada. A finalidade do treinamento é conservar a saúde corporal através do fortalecimento específico de músculos que nos ajudem a evitar nos lesionar.

Portanto, como pode ser observado no vídeo, incluímos um aquecimento prévio à sessão, além de um programa posterior para trabalhar a flexibilidade. O somatório de tudo isso é que você conseguirá, de maneira indireta, ajudar a subir o grau de escalada. Tanto na rocha quanto na academia.

Tradução autorizada de Escalada Granada

Mídia digital dedicada ao mundo do esporte em geral, e mais especificamente à escalada esportiva. Com linha editorial baseada na pluralidade de opiniões e variedade de informação.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.