Conheça a Revolights, a revolucionária forma de iluminação para ciclistas

RevolightsQue o uso da bicicleta está se popularizando rapidamente não é segredo para ninguém.

Porém um há um problema recorrente para ciclistas que pedalam à noite em cidades hostis como São Paulo e Rio de Janeiro: fazer com que os motoristas consigam visualizá-los.

Não é raro (infelizmente) que acidentes ocorram porque o ciclista à noite não possui uma iluminação  chamativa.

Para os criadores do produto chamado de “Revolights” este problema parece ter chegado ao fim.tumblr_lpkw3yPCz41ql5kun[1]

Utilizando o “Crowdfunding” para viabilizar o produto criado por Kent, Adam & Jim residentes da cidade americana de Palo Alto, no estado da Califórnia, agregaram ainda uma áurea “Cool” ao equipamento.

Com isso no site de “crowdfunding” Kickstart pediram aos interessados o montante de : US$ 43.000,00 para viabilizar o produto.

O retorno foi assombroso: US$ 215.621,00 (ou seja quase cinco vezes mais o valor pedido)

O equipamento é seguramente um tipo de iluminação revoolucionária, e que tem grande potencial para virar padrão para o ciclista, especialmente o ciclista urbano.

Após seu lançamento no ano passado está chegando à sua versão 2.0, modernizada e otimizada.

O valor pedido pelos fabricantes é de  US$ 229,00 para o jogo que serve para as duas rodas

Para mais detalhes visite o site da empresa: http://revolights.com/

revolights-2

 

Argentina de nascimento e brasileira de coração, é apaixonada pela Patagônia e Serra da Mantiqueira.
Entusiasta de escalada, trekking e camping.
Tem como formação e profissão designer de produto e desenvolve produtos para esportes de natureza.

There are 5 comments

  1. BrasileiroRevoltado

    Muito legal o sistema. Uma pena que nós aqui nesse País subdesenvolvido não podemos comprar. Pra variar a gente só pode olhar e admirar e daqui a 10 anos quando pudermos finalmente adquirir por aqui vai custar mais caro que a bicicleta….

  2. André

    Senhores,

    Qual a diferença dos ciclistas de “cidades hostis” para o Rio e São Paulo? Pelo que entendi no Rio e São Paulo não há lugares hostis? O Brasil se resume a Rio e São Paulo? Infeliz seu comentário. Alguns links sobre algumas cidades “cidades hostis” já que Rio e São Paulo não são:
    http://consumidormoderno.uol.com.br/grandes-experiencias/as-melhores-cidades-para-andar-de-bicicleta-no-brasil

    http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2013/03/recife-tera-ciclofaixa-movel-ligando-zonas-norte-e-sul-aos-domingos.html

    http://vidaeestilo.terra.com.br/turismo/brasil/veja-os-10-melhores-lugares-para-se-andar-de-bike-no-brasil,aa117bc77b54e310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

    1. Luciano Fernandes

      Meu caro André.

      Acredito que voce não tenha lido o texto com atenção.

      No texto é citado que as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro são hostis a ciclistas e não o contrário.

      Esta hostilidade se deve à agressividade e desrespeito que cada ciclista sofre todos os dias em qualquer lugar do Brasil.

      Ter ciclovias e ciclofaixas em nada tem a ver com a educação de motoristas de ônibus, caminhões, carros e até mesmo motos.

      Se alguém pedalar à noite, que é o centro da discussão do post, atravessará regiões não muito bem iluminadas e motoristas apressados e distraídos.

      Por eu também utilizar a bicicleta como meio de transporte, já fui vítima de várias imprudências e desrespeitos inacreditáveis de motoristas nas duas cidades citadas.

      Já fui vítima, inclusive, em outras cidades do Brasil as quais morei, mas não tinha sentido eu fazer um artigo sobre uma luminária de bicicleta listar os 100 maiores lugares em que ciclistas são maltratados no trânsito.

      Posso inclusive citar milhoes de cidades do Brasil, mas o texto tem como foco a RevoLights (que será testada pelo site em julho) não as cidades .

      Portanto as cidades foram citadas como EXEMPLOS de cidades hostis, e não está escrito em nenhum lugar do texto que são as únicas hostis do Brasil.

      Eu peço que você releia o texto .

      Lendo com mais cuidado e atenção verá que em nenhum lugar está escrito que o Brasil se resume em Rio de Janeiro ou São Paulo, e que no segundo parágrafo as cidades citadas foram somente um exemplo ilustrativo tem o trânsito hostil.

      Obrigado pela sua mensagem

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.