Como saber o momento de aposentar uma corda de escalada

Há pela internet muitos artigos sobre comprar uma corda de escalada, alguns mais completos e outros nem tanto. Porém há muito pouco sobre o momento de aposentar uma corda.

Este aspecto é tratado com descaso por alguns escaladores e até mesmo por academias (especialmente com monitores desmotivados com o trabalho) é o momento certo de aposentar uma corda.

Obviamente que visivelmente é relativamente fácil identificar o momento que devem ser aposentada, porém muitos escaladores necessitam de aspectos técnicos para praticar o exercício do desapego.

corda-velha-escalada-1

Sim, as cordas são caras e esta é a razão principal pela qual aas pessoas levam suas cordas até o limite, tratando de exprimir até a última gota de seu uso até que se converte em uma guia de cachorro.

As cordas podem até mesmo ter um valor sentimental para algumas pessoas, talvez seja a corda que conseguiu o “projeto de sua vida”, ou que tenha tido uma grande viagem de escalada, ou até mesmo simplesmente se recusa a aposenta-la.

O relato abaixo se passa com muitos escaladores

Tinha que tem uma corda de, 9.4mm. Escala frequentemente com ela e sempre resiste a quedas. Começou com uma corda de 70m, depois de intermináveis quedas constantes, se convertei em uma de 65m, de 60m, 55m e não quer mais se desfazer dela.

Assim que em um fim de semana que estava tentando uma via qualquer, com repetidas quedas no último movimento, gostaria de tenta-la com a confiança de uma corda nova.

Os últimos 10 metros de corda estavam absolutamente desfeitos ao final deste fim de semana, era o momento de dizer adeus.

O teste

O teste somente foi feito para provar a resistência à tração da corda em diferentes áreas, e compara-lo com uma corda nova do mesmo modelo e marca.

Da Black Diamond fizeram um nó oito em cada extremo da corda, e a esticaram até falhar nesta prova de tração.

Quando se faz um teste como este, a falha ocorre quase sempre no nó, já que pode reduzir a resistência de uma corda até uns 25 a 30% (e não 50% como supõem algumas pessoas).

Os resultados do primeiro teste foram realizados em um pedaço de um dos estremos da corda totalmente desgastado, e se rompeu em torno de 6kn sem ser no nó.

Decidiram fazer  mais testes com os extremos da corda e com parte do meio dela, assim como em uma corda nova de 9.4 mm para que fosse possível compara-los.

Em todas as provas posteriores, a mostra se rompeu no nó, como se esperava, mas ainda assim apareceram alguns valores alarmantemente baixos.

Nova 9,4 mm Usada 9,4 mm (parte do meio) Usada 9,4 mm (extremidade)
15,6 kN 9,0 kN 6,0 kN
13,8 kN 9,8 kN 8,0 / 7,7 kN

Não deixa de ser curioso  que com os dados dos resultados obtidos que a  Black Diamond resolvei fazer o mesmo teste com outras cordas desgastadas que tinham.

Realizaram-se testes similares com cordas Beal, Sterling, Edelweiss, Mammut e etc, e encontraram resultados muito similares:

Nova 9,4 mm Usada 9,4 mm (parte do meio) Usada 9,4 mm (extremidade)
12,9 kN 11,6 kN 8,0 kN
13,6 kN 11,9/ 11,6 kN kN 9,8 kN / 8,6 kN

As partes desgastadas nas extremidades de cada corda se mostraram significantemente mais frágeis que a parte do meio da mesma corda.

Algumas amostras se romperam no meio (no lugar do nó) e com cargas relativamente baixas, com valores inferiores a 7 kN.

As extremidades, e partes do meio, de uma corda desgastada foram mais frágeis que uma seção de uma corda nova.

Conclusão

corda-velha-escalada-2

As cordas, igualmente todo equipamento de escalada, não duram para sempre, os estremos da corda que suportam todas as quedas são a parte mais frágil.

Por isso é necessário ter cuidado com as partes super desgastadas, infladas e lastimadas e etc. Sim, as cordas não são baratas, mas também são seu seguro de vida na escalada.

Quando os extremos de sua corda receberam muitas quedas, corte-o (aproximadamente 5 metros) ou compre uma corda nova.

Corte sempre o mesmo tamanho dos dois extremos da corda, para que a marca do meio esteja sempre no centro. (você pode saber que não está, mas um usuário futuro da corda não).

Certifique-se de verificar o novo tamanho da corda, para que você e seus colegas saibam qual o tamanho que ela possui após corta-la.

Tradução autorizada de : http://soloboulder.com/

SoloboulderBanner2

http://soloboulder.com/actualidad/cuando-desechar-una-cuerda-vieja/

Sobre o Autor

Da Redação

Da Redação

Equipe da redação

There are 2 comments

  1. Marco Antonio Assfalk de Oliveira

    Agradeço pelo vosso post, que me leva a fazer uma pergunta relacionada:

    Há prazo de validade para cordas novas guardadas (parei de escalar faz 12 anos e havia comprado uma corda nova)?

    Agradeço de antemão pela possível resposta e atenção dadas.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.