Como encadenar uma via à vista : Os principais conselhos de Adam Ondra para escalar melhor

Este é um artigo que foi resultado de uma palestra de Adam Ondra, na qual explica quais são seus métodos para encadenar à vista uma via de escalada. Em uma palestra de pouco mais de uma hora forneceu muitos, excelentes e inteligentes conselhos de como enfrentar o desafio de uma via de escalada que nunca viu na vida.

Tanto em competições, quanto na rocha. Eu, como articulista da Revista de Blog de Escalada e editor de conteúdo de Rocanbolt espero poder entregar esta informação valiosa a todos.

Visualização

Uma das primeiras coisas que me chamou a atenção foi o tempo que Ondra tomava para ler uma via de escalada em competições. Ele divide a visualização da via em três sessões,  a cada uma dava um tempo diferente para leitura.

Foto : Drożdż | http://www.climbandmore.com

Dos seis minutos que tinha para ler a via de escalada estas são as informações que usava :

  • Uma olhada rápida de toda a via de escalada : 90 segundos de observação
  • Leitura de três vezes a sequência do primeiro terço utilizando apenas 60 segundos
  • Leitura de três vezes o segundo e terceira parte : 90 segundos de observação
  • Utilização dos minutos restantes para ler a via novamente por inteiro – Talvez competindo com alguma outra pessoa que fosse amigo

No isolamento, Ondra procura relaxar e manter-se mentalmente focado, mas sem que torne uma obsessão pois isso, admite, o desgasta muito mentalmente. Em todo caso afirma que é necessário saber se a via da mesma maneira que um nerd disseca informações sobre um assunto. Ainda no isolamento escalada mentalmente a via, levando em conta os momentos de por magnésio nas mãos, lugares de descanso e focando em cada passagem difícil.

No momento de escalar, toma-se 40 segundos mais para as sessões que ainda não tem certeza de movimentos. O mais importante é que nestas sessões Ondra faz uma rápida leitura para a real forma de fazê-las. Adam Ondra não usa binóculos, porque acredita que eles produzem falsas interpretações.

Com binóculos agarras ruins parecem agarrões e, por isso, desaconselha o uso.

Flexibilidade de estratégia

Perguntei a Adam Ondra o que passou no caso de alguma parte difícil de sua leitura era diferente de como deveria fazer. Sua resposta foi simples : Mencionou a importância de ter a mente aberta e flexível em mudar a sequência, caso a via assim exigir.

Fez muita ênfase em sempre estar relaxado e não estar ansioso, ou qualquer tipo de emoção, quando tem de enfrentar mudanças na sua estratégia e com passagem bem delicadas.

Foto : https://wn.com

Ondra afirma que sua leitura possui alta taxa de êxito, deixando a entender que quase todos o movimentos que realiza no muro foram pensados da maneira que as realizou. Declara que é necessário entender a sensação mental que é uma cadena trabalhada do que uma à vista.

Na rocha, afirma Andam, que a leitura é mais difícil porque as únicas fontes de informação para conhecer as vias são as manchas de magnésio e que muitas delas podem ser falsas. Atribui a um segredo de encadenar à intuição que aparece no momento de escalar.

Costurar

Quando perguntado sobre pular algumas costuras na escalada em rocha, respondeu de maneira bem simples : ele prefere ser o mais simples possível. Ou seja, se pode evitar de pendurar-se em uma agarra três segundos, tempo de pegar a corda e clipar no mosquetão, evita.

Parte de sua leitura é que na passagem se pode usar para costurar, ou não, com cada mão. Tanto a mão direita, quanto a esquerda, se dividem no trabalho de costurar e, dentro disso, pular costuras e costurar com a costura no joelho em movimentos fortes. Fez muita ênfase que estes segundos extras para costurar pode ser a diferença entre terminar, ou não, uma via de escalada.

Conclusão

No final da palestra, suas palavras finais foram :

  • O verdadeiro objetivo da escalada à vista, ou trabalhada, é ser eficiente individualmente
  • Para escalar deve ser criativo e ter a mente aberta
  • Aproveite e passe bem na escalada

Agradecimentos

Agradeço imensamente o convite de RockBusters de participar do evento e poder, além de palestrar, assistir ao workshop de dois dias com Adam Ondra.

Também agradeço ao escalador Adam Ondra por ser fantástico, muito simpático e carismático.

Quer fazer uma pergunta ? Envie em Português ou Espanhol para : [email protected]

Tradução autorizada de : http://rocanbolt.com

banner-rocanbolt

Sobre o Autor

Gonzalo 'Gonzo' Riobbo

Gonzalo ‘Gonzo’ Riobbo

Gonzo Rocanbolt é chileno, médico, escalador e indiscutivelmente uns dos mais completos autores de artigos sobre treinamento de escaladores existentes no mundo. Respeitado em todo o mundo é o organizador do Simpósio de Medicina de Montanha no Chile e palestrante de eventos de escalada no Chile, Argentina e Espanha

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.