Como calcular o tempo de atividade em montanha?

O planejamento em atividades de montanha é um dos itens mais recorrentes nos assuntos abordados aqui na Revista Blog de Escalada. O nível de planejamento de atividades de montanha varia muito de montanhista a montanhista. Alguns preferem fazer um detalhamento minucioso do cada momento do dia a dia. Outros fazem um planejamento mais genérico, com bastante espaço para improvisação.

Mas seja qual for o detalhamento deste planejamento, é necessário saber qual o tempo aproximado da atividade na montanha. Este tipo de estimativa segue uma metodologia específica e que facilita a todo e qualquer guia a planejar toda a atividade.

Atualmente vivemos na era dos smartphones, que com uma aplicação bem elaborada é possível ajudar em qualquer atividade, até mesmo nas de montanha. Uma dos aplicativos mais populares de smartphone para atividades de montanha é o Outdoor Assitant, disponível em Android. Ele funciona como um tipo de livro de bolso, que pode ser consultado em tempo real.

Mas como todo mundo deve saber de antemão, as baterias de smartphones perdem carga muito rápido. Por isso, pode ser que em uma atividade o usuário pode passar por dificuldades. Exatamente por isso que o cálculo inteiro de atividades pode ser feito utilizando contas simples. Aqui neste artigo irá ser empregado o cálculo de tempo de um dia de escalada: aproximação, tempo de escalada tradicional e retorno.

Para que seja facilitado, o cálculo empregado neste artigo é o mesmo utilizado em vários livros de trekking dos mais diversos autores. Um dos mais conhecidos é o elaborado por Joaquín Colorado Sierra, intitulado “Manual de montañismo y trekking”. Neste livro têm-se os seguintes parâmetros:

  • 1 hora caminhada no plano = 4 km
  • 1 hora de desnível = 400 metros
  • 1 hora de escalada (2 pessoas) = 1 enfiada
  • 1 hora e meia de escalada (3 pessoas) = 1 enfiada

Lembrando que estes valores foram obtidos a partir de uma estimativa obtida por meio de uma média. O tempo de escalada, obviamente muda com o grau de dificuldade da via. Como o objetivo é estimar, mas não precisar, levaremos em conta que a situação levada como exemplo é algo corriqueiro. Não será, por exemplo, como a escalada da via “The Dawn Wall”, que possui várias enfiadas cotadas em 11º grau brasileiro. Obviamente que uma escalada assim não é possível saber exatamente quanto tempo levará.

Como exemplo, tomaremos uma escalada na pedra Ana Chata, em São Bento do Sapucaí-SP. Esta escalada foi escolhida por ser uma dos lugares mais populares entre escaladores tradicionais. Os valores utilizados no cálculo não são exatos, mas estimados.

Sabe-se que desde o centro da cidade de São Bento do Sapucaí-SP até o estacionamento da pedra da Ana Chata são aproximadamente 10 km, em um trajeto que as pessoas realizam de carro. Como é uma estrada de baixa velocidade, além de ser muito sinuosa, consideremos que irá levar aproximadamente 20 minutos. Portanto, o tempo de atividade na montanha será, neste caso, de no mínimo 40 minutos. Este tempo mínimo é o que levará ir até o local e uma provável desistência por chuva ou qualquer outro motivo.

O trajeto do estacionamento desde o estacionamento, conhecido popularmente como Chico Bento, até a base das vias da pedra da Ana Chata são aproximadamente 2,5 km, mas com uma diferença de desnível bastante acentuada. A diferença de desnível é de aproximadamente 250 metros.

  • Aproximação: 2,0 km (30 minutos) + 200 metros de desnível (30 minutos) = 60 minutos
  • Escalada em rocha (2 pessoas): 5 enfiadas (300 minutos) = 300 minutos
  • Retorno: 2,5 km (30 minutos) + 200 metros de desnível (30 minutos) = 60 minutos
    • Tempo total: 60 + 300 + 60 = 420 minutos (7 horas aproximadamente)

Portanto, uma escalada como a Ana Chata levaria, aproximadamente, 7 horas para ser realizada em sua totalidade. Este valor, como explicado no início do artigo, é apenas para servir de parâmetro para ajudar a planejar a escalada.

There is one comment

  1. Felipe

    Esqueceu de incluir os 40 minutos de carro (ida e volta), o rapel (ou trilha até a base no caso da Ana Chata)..sem contar no rango e descanso do cume, etc..ou seja, deixa esse assunto pra lá…cada um tem um ritmo e mania, só com a experiência cada um vai saber quanto tempo toma pra fazer os rolês, isso sem contar os fatos inesperados.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.