China fecha campo base do Everest para turistas

O lado norte do Monte Everest (8.848 m), o qual pertence ao Tibet, região controlada pela China, está fechado a turistas que não tenham licença para escalada. A notícia foi vinculada pela BBC e posteriormente confirmada pela Revista Blog de Escalada. O fechamento tem como objetivo dar tempo às autoridades chinesas para lidar com a crescente acumulação de lixo no local. Segundo as autoridades chinesas, só na primavera do ano passado foram recolhidas oito toneladas de resíduos.

O campo base do Everest pelo lado do Tibet pode ser acessível de carro. Na prática, a proibição faz com que os turistas comuns possam ir ao mosteiro Rongbuk, localizado a 5.000 metros de altitude. O campo base do Everest do lado sul fica a 5.200 metros. O Chinese Mountaineering Association afirmou que em 2015 aproximadamente 40.000 pessoas visitaram o campo base do Everest no Tibet. Do lado do Nepal, o campo base foi visitado por 45.000 pessoas.

Além disso, como noticiado em primeira mão para o Brasil no mês de Janeiro último, o governo chinês restringiu para menos de 300 o número de montanhistas autorizados a escalar o Everest pela face sul. O Nepal, que fica do outro lado da montanha, não implementou nenhuma regra restritiva no número de montanhistas. Porém também enfrenta problemas na exploração do turismo de montanhismo. Acaba no dia de amanhã o ultimato que as seguradoras deram ao governo do Nepal para publicar o nome dos envolvidos nas fraudes de resgares, assim como punições exemplares.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.