China anuncia amento de 30% nas taxas para escalar Everest, Cho Oyu e Shisha Pangma

Subir a montanha mais alta do mundo a partir de Tibet, custará quase o mesmo que fazer desde o Nepal. Todos os cumes com mais de 8.000 metros acima do nível do mar do lado tibetano do Himalaia tiveram uma espécie de equiparação de preços. O setor de expedições, inevitavelmente, sofrerá de uma inflação pela reestruturação do mercado que o mercado vivencia.

Recentemente o Nepal é quem tem tomado iniciativas para a regulamentação mais rígida do montanhismo turístico o qual transformou-se o Everest. Atualmente a montanha mais alta do mundo é vista como trampolim para apresentadores de TV, publicitários e marqueteiros, sem nenhum histórico de montanhismo, lançarem palestras ao já em decadência montanhismo de palco.

Entretanto algumas das vias mais populares do Himalaia estão do lado da vertente tibetana: rotas normais da face norte do Everest (8.848 m), Cho Oyu (8.201 m) e Shisha Pangma (8.013 m). Assim como o Nepal a China, que controla politicamente o Tibet, está começando a regulamentar o montanhismo visando, é claro, um mercado que cresce a cada ano. Desta maneira as próximas medidas tomadas pelo governo chinês é o aumento dos preços das licenças (conhecido como permiss) ara a ascensão dos picos com 8.000 metros acima do nível do mar pelo lado Tibetano. Os aumentos, segundo aponta o blog do jornalista Stefan Nestler o aumento é em torno de 30%.

Novos Preços

O novo preço do permiss para a ascensão do Everest, pela face norte ficaria por US$ 9.950 (por alpinista) para times de até quatro membros. Para expedições menores, os custos aumentariam para US$ 19.500 por pessoa. O custo de montanhista até 2016 era de US$ 7.000

Já para o Cho Oyu (sexta mais alta do mundo), montanha mais técnica e difícil que o Everest, será de US$ 7.400 por pessoa e o Shisha Pangma (décima quarta montanha mais elevada do mundo) US$ 7.150. A título de comparação o Everest, pelo lado nepalês, custa US$ 11.000. Estes preços se referem somente à licença, sendo necessário adicionar ao custo da expedição gastos com transporte, despachante, etc. O preço chinês já inclui estes serviços.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.