Canadense torna-se o primeiro a completar o maior trekking do mundo: 24.000 km

Neste ano de 2018 o governo do Canadá concluiu a iniciativa de oficializar a rota de trekking “Trans Canada Trail”, que totalizaria 24.000 km de trilhas. O percurso iria encontrar três oceanos: Atlântico, Ártico e Pacífico. Esta nova rota, que é uma mistura de terra e água, é o resultado de mais de 25 anos de trabalho. O anúncio da conclusão, assim como o processo de oficialização (que foi realizado somente este ano) foi noticiado em primeira mão pela Revista Blog de Escalada em 2016.

O anúncio da criação, assim como o lançamento de um website oficial, foi divulgado há alguns semanas. Desde a inauguração oficial, muitos se perguntavam quem seria a primeira pessoa a concluir este mega-trekking. Muitos apostavam em anos e anos. Mas não foi bem assim. A primeira pessoa a completar a “Trans Canada Trail”, segundo o Canadian Broadcasting Corporation (rede pública de rádio e televisão do Canadá), o canadense Dana Meise é a primeira pessoa a realizar o feito.

Meise, que trabalha na área de TI, passou a maior parte da última década percorrendo as seções da “Trans Canada Trail”. Portanto, quando a trilha foi oficializada, restavam apenas alguns trechos para serem concluídos. Desta maneira, reconhecido até pelo próprio país, foi a primeira pessoa a realizar o trajeto.

Na reportagem realizada pela CBC, Meise se sentiu motivado a realizar a façanha após seu pai perder a habilidade de caminhar. Desde então ele vem realizando cada trecho da rota, uma de cada vez. O estágio final, relata o veículo canadense, não foi fácil. Nele o praticante de trekking acabou tendo de resolver problemas familiares. No trekking teve de enfrentar ataque de corvos, noites com temperaturas médias de -40°F (-40°C).

Apesar de toda dificuldade enfrentada, Dana Meise entrou na vila de Tuktoyaktukno último dia 15 de novembro, encerrando um projeto pessoal que iniciou em 2008. Durante cada percurso, chegou a ficar seis meses seguidos realizando o trekking. O canadense não completou o percurso antes por causa de um acidente de trabalho que o afastou vários meses do trekking.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.