Brasileiro pode ter morrido em escalada na Nova Zelândia

A polícia da Nova Zelândia disse nesta quinta-feira acreditar que três pessoas, dentre elas um estudante brasileiro, tenham se afogado após caírem no mar quando escalavam uma rocha.

O acidente ocorreu perto da cidade de New Plymouth, na Ilha do Norte, na quarta-feira, quando uma expedição escolar com 13 pessoas escalava um promontório.

O trio não foi mais visto, apesar de uma extensa busca.

A polícia disse que eles estão no mar há mais de 24 horas e o resgate se concentra agora na busca pelos corpos, e não por sobreviventes.

“É improvável que os encontremos com vida”, disse o inspetor Frank Grant.

Os desaparecidos foram identificados como o brasileiro João Felipe Martins De Melo, de 17 anos, e os neozelandeses Zealanders Stephen Kahukaka-Gedye, de 17, e Bryce Jourdain, de 42 anos.

Jourdain, instrutor de escalada do grupo, jogou-se na água para tentar salvar os estudantes.

Outro jovem, um alemão, também caiu na água, mas foi resgatado.

Fonte: http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=100719

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.