Brasileiro pode ter morrido em escalada na Nova Zelândia

A polícia da Nova Zelândia disse nesta quinta-feira acreditar que três pessoas, dentre elas um estudante brasileiro, tenham se afogado após caírem no mar quando escalavam uma rocha.

O acidente ocorreu perto da cidade de New Plymouth, na Ilha do Norte, na quarta-feira, quando uma expedição escolar com 13 pessoas escalava um promontório.

O trio não foi mais visto, apesar de uma extensa busca.

A polícia disse que eles estão no mar há mais de 24 horas e o resgate se concentra agora na busca pelos corpos, e não por sobreviventes.

“É improvável que os encontremos com vida”, disse o inspetor Frank Grant.

Os desaparecidos foram identificados como o brasileiro João Felipe Martins De Melo, de 17 anos, e os neozelandeses Zealanders Stephen Kahukaka-Gedye, de 17, e Bryce Jourdain, de 42 anos.

Jourdain, instrutor de escalada do grupo, jogou-se na água para tentar salvar os estudantes.

Outro jovem, um alemão, também caiu na água, mas foi resgatado.

Fonte : http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=100719

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.