Brasileiro desenvolve modelo de clipstick inovador e se populariza em Minas Gerais

O escalador mineiro Leo Mourão, de 35 anos, vislumbrou uma necessidade no mercado brasileiro de equipamentos de escalada: não haviam muitos modelos de clipstick disponíveis para venda em solo brasileiro. A maioria dos modelos utilizados pela grande maioria dos escaladores no Brasil, são fabricações caseiras ou adaptações rusticas que nem sempre funcionavam com eficiência.

Pela larga utilização de escaladores em todo o Brasil, a Revista Blog de Escalada disponibilizou um artigo sobre a criação de um modelo caseiro. Porém este mesmo modelo caseiro possui várias limitações, devido a um conjunto de detalhes que não o tornam 100% eficientes.

Por esta falta de eficiência Mourão, que é Designer de Criação, procurou colocar no papel suas observações a respeito de como seria o clipstick ideal e que fosse disponível ao escalador brasileiro. A partir desta ideia o escalador demorou aproximadamente um ano avaliando os produtos que estão disponíveis no mercado (muitos deles importados) e então estudou qual seria o melhor design para o produto.

ClipStick5

Dentre os vários detalhes observados por Leo Mourão foi a posição do encaixe de colocar o mosquetão da costura na ponta de um clipstick. O escalador procurou desenvolver um design que pudesse permitir uma melhor forma que a costura se encaixasse mais facilmente na proteção.

Este “pequeno” detalhe mostrou-se inovador, e é o que mais chama a atenção dos escaladores que já compraram, ou utilizaram, seu produto.

Até chegar no modelo atual o processo não foi simples, pois para chegar no produto final foram três protótipos diferentes, os quais foram sofrendo vários ajustes. Estes ajustes demandaram mais tempo de estudo e desenho do projeto.

Perfeccionista, Léo Mourão ainda não patenteou a sua invenção por ainda estar idealizando novos ajustes no seu produto para que seja ainda mais inovador do que já é. Mas ele mesmo garante: assim que chegar no ponto que deseja, a patente do clipstick “brazuca” será criada.

ClipStick4

Mesmo estando em fase de desenvolvimento já foram vendidos dez unidades, que estão expostas para todos os visitantes da Lapa do Seu Antão, no município de Pedro Leopoldo-MG.

O valor, e o peso, variam conforme o tamanho do clipstick, ficando na faixa de R$ 100,00 a R$ 150,00. Cada unidade chega a medir até 3 metros de altura.

Aproveitando as várias sessões de brainstorming, Leo Mourão também desenvolveu uma espécie de cabide para que as costuras e equipamentos de escalada pudessem ficar pendurados tanto na rocha quanto na casa do escalador.

ClipStick3

Perguntando aos escaladores que adquiriram, e utilizam, o produto todos afirmaram categoricamente estarem plenamente satisfeitos com o produto, motivo pelo qual rapidamente está popularizando-se entre os escaladores do estado de Minas Gerais (sobretudo os escaladores que frequentam a Lapa do Seu Antão).

Quando questionado a respeito de vendas para outros estados, Leo Mourão garantiu que está perto de chegar a um produto final  que considera ideal para finalmente criar a patente e assim poder negociar para lojas e escaladores de todo o Brasil.

ClipStick1

ClipStick9

ClipStick10

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.