20 movimentos em teto e crux no final: Assista à primeira ascensão feminina de “Cigano” (V11)

O produtor Diego Lara, junto com Igor Melo, captou as imagens da escaladora mineira Maíra Vilas Boas fazendo a primeira ascensão feminina da linha de boulder “Cigano”, de dificuldade graduada em V11.

Atualmente no Brasil o limite de dificuldade em escalada em boulder pertence à goiana Jordana Agapito, que encadenou em julho de 2015 a linha “Kalunga” graduada em V12, localizada em Cocalzinho de Goiás. Em nível mundial, o limite máximo de dificuldade está em V17 (aguardando confirmação) por Nalle Hukkataival. No time feminino de cadenas de boulder está a americana Ashima Shiraishi, com a ascensão de um V15 em 2016.

A linha encontra-se na cidade de Sabará, região metropolitana de Belo Horizonte, no local de escalada conhecido como Pedra Rachada. A Pedra Rachada é considerada especial pelos frequentadores do local por sua beleza.

No estado de Minas Gerais encontra-se a linha de boulder considerada uma das linhas mais difíceis do país: “Libertadores”, graduada em V14 e encadenada pelo paulista Felipe Camargo em 2013. A linha de boulder mais difícil do país acredita-se que está em Ubatuba: “Fortaleza”. A linha, graduada em V15, foi encadenada em julho de 2014 e ainda não houve confirmação de sua graduação.

Na produção de “Cigano”, Diego Lara capta imagens e declarações de Maíra Vilas Boas a respeito de sua preparação para encadenar a linha do boulder.

There are 3 comments

  1. Diego Lara

    Olá Arthur, boa noite!

    Os registros audiovisuais são uma forma de imortalizar certos acontecimentos, de acordo com o que cada pessoa considera relevante ou não. Independente se a “notícia” é velha, o fato importa para todas as pessoas que se interessam pelo montanhismo e pela escalada.

    Espero que tenha gostado da história e do vídeo. Abraço.

    E obrigado ao blog da escalada por contribuir na disseminação da informação sobre nossa atividade e por divulgar o vídeo.

    Cordialmente,

    Diego Lara.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.