Bianca Castro fala sobre sua cadena em via de 10b (8b Fr) e seu próximo desafio

Foto: Matteo Maffizzoli

Foto: Matteo Maffizzoli

No último final de semana a carioca Bianca Castro conseguiu encadenar a via “Lágrimas de Sangue”, graduada em 10b (8b Fr) e escreveu o seu nome como das brasileiras mais fortes da história do esporte.

A também carioca Luciana foi a primeira brasileira a escalar uma via neste grau.

Pela fome de cadenas Bianca Castro já ganhou o prêmio de destaques do ano de 2013 oferecido pela Revista Blog de Escalada

Bianca Castro fez uma declaração exclusiva para a Revista Blog de Escalada falando de sua cadena e qual será seu próximo desafio, que pode a colocar como a brasileira mais forte de todos os tempos.

Bianca Castro:

Meu primeiro contato com a “Lágrimas de Sangue” foi em janeiro deste ano, entretanto, devido ao forte calor no Rio de Janeiro, deixei o projeto de lado e fui me dedicar a escalada no Campo Escola 2000, onde consegui encadenar a via Migalhas Indecentes (9c). Depois deste feito e com a temperatura mais agradavel, voltei a investir na Lágrimas.

Como vou viajar no início de setembro para escalar em Red River Gorge (EUA), fiz um treinamento específico de 16 semanas para esta viagem.

Apesar do estilo de escalada ser ser bem distinto do estilo da Barrinha, treinava no muro vias de resistência, sendo que um dia mais negativas e com agarras maiores (estilo de RRG) e no outro, vias menos negativas com agarras menores (estilo da Barrinha), além, é claro, de um treino específico de força/blocada no campus e fingerboard.

Em paralelo, eu ainda fazia um treino na academia duas vezes na semana.

Foto: Matteo Maffizzoli

Foto: Matteo Maffizzoli

Nos últimos dois meses, consegui ir muito pouco à rocha, por isso me surpreendi com a cadena no último final de semana. Todavia, como eu sempre tinha que equipar a via, consegui memorizar bem os movimentos e acabou que não senti tanto a falta de ritmo nela.

Percebi, também, que quando chegava na rocha estava muito cansada, tendo em vista a pesa rotina de treinos, por isso dei uma aliviada para chegar bem na via neste final de semana.

Além disso, há pouco tempo, comecei uma dieta indicada por uma nutricionista esportiva e parei com o álcool, o que acredito ter ajudado no desempenho.

Com relação à via, ela é maravilhosa e eu recomendo a entrada!

São 12 costuras (algumas relativamente distantes, especialmente no final, o que da uma emoção a mais) e, a partir da quinta costura,  a dificuldade praticamente aumenta um grau por grampo.

Tem alguns descansos ruins, mas os bons são depois que o perrengue passa, ou seja, no final da parte graduada em 10a e após uma sequência de regletinhos.

Porém, a via conta ainda com um “cruxzinho” no final, então quando estava neste último descanso, me concentrei em mentalizar os últimos movimentos e me manter calma, sem emocionar com a possível cadena iminente.

Preciso agradecer ao meu namorado, Matteo Maffizzoli, que estava sempre comigo me motivando e consolando as frustrações do trajeto até o sucesso!

Além de tudo isso, estava na minha segurança na hora da cadena, quando só restava nós dois na falésia.

Aos amigos dos treinos no Ginásio Evolução, um muito obrigado pelas palavras de incentivo e pela vibe que sempre passaram!

Agora é me concentrar para o Campeonato Carioca de Dificuldade que ocorrerá no próximo sábado, aproveitar minha viagem e, quando voltar, focar 100% no treino para o Campeonato Brasileiro de Dificuldade da ABEE!

Foto: Matteo Maffizzoli

Foto: Matteo Maffizzoli

Bianca Castro tem apoio de: CAMP/Cassin, Deuter, Evolução Edelweiss, Five Ten Brasil, Sapo Agarras e Verticale.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.