Avaliação calça de caminhada Forclaz 900 – Quechua

A calça de caminhada Forclaz 900 da marca francesa Quechua tem como objetivo oferecer conforto ao usuário, tendo ainda propriedades de corta-vento e repelente à água, na prática de trekking e montanhismo.

Segundo o seu fabricante possui tecido extensível nos dois sentidos (vertical e horizontal) para permitir liberdade de movimentos em atividades como “trepa-pedra” e escalada, é resistente à água (mas não à prova de água), impermeável ao vento e com fechamento de bolsos, e secagem rápida quando molhada.

A resistência à água evita que as calças se molhem rapidamente mas não protege integralmente da exposição à chuva contínua e prolongada.

FORCLAZ-900_Capa

O Teste

A calça Forclaz 900 (modelo masculina) foi testada em situações distintas uma da outra : trekking e escalada em rocha.

O equipamento foi testado durante 20 dias contínuos de escalada em rocha, sendo maioria calcário, com o objetivo de averiguar a capacidade de resistência à abrasão em superfícies abrasivas e/ou cortantes.

Durante as escaladas a calça foi submetida à entalamentos de perna, escaladas em chaminé, além de vias que exigiam liberdade de movimentos pelas distâncias das agarras.

A calça Forclaz 900 foi submetido a um trekking de média dificuldade, no Pico dos Marins, na qual enfrentou chuva forte durante toda a caminhada, e um pernoite na barraca na qual foi deixada para secar.

FORCLAZ-900_6

A calça também foi testada em um treinamento de corrida de montanha de baixa dificuldade sob sol forte e umidade baixa.

O produto foi lavado em máquina de lavar comum junto a outras roupas com água fria, sabão em pó comum e amaciante.

Não foi utilizado nenhum ferro de passar roupa no tecido.

A calça foi testada ainda em um dia de escalada tradicional em rocha na Serra da Mantiqueira na qual enfrentou vias positivas em granito abrasivo.

Prós

  • Respirabilidade
  • Resistência à abrasão
  • Conforto

Contras

  • Disponibilidade de cores
  • Peso

Notas

  • Qualidade do tecido : 4.0
  • Acabamento : 4.0 
  • Design : 4.5 
  • Conforto : 4.0 
  • Relação Peso x volume : 3.0
  • Relação custo x benefício : 5.0
  • Nota final : 4.08 

Opinião

De visual atrativo a calça de caminhada Forclaz 900 também agradou durante os testes, e em alguns aspectos superou as expectativas.

Definitivamente o forte deste produto está na propriedade de ser impermeável ao vento, e mesmo com a calça encharcada o vento forte que enfrentou à noite no Pico dos Marins preveniu um desconforto térmico maior.

Sob garoa fina o equipamento também mostrou-se eficiente, e por um período além do esperado (aproximadamente 30 min) manteve-se seca.

FORCLAZ-900_4

Durante as escaladas, mesmo em chaminés, a calça não apresentou desgaste acentuado, e mesmo sob intenso período de escalada, em lavagens simples à mão em abrigos de escalada manteve sua forte e aparência, sem apresentar furos ou cortes.

Após o uso de cadeirinha, entretanto, a calça apresentou o aparecimento de “bolinhas”, mas somente na região de maior atrito das pernas.

Em vias que haviam a exigência de entalamento, a calça ofereceu boa proteção, e não se rompeu nas arestas afiadas do calcário.

FORCLAZ-900_3

A secagem rápida foi muito útil durante o pernoite em montanha, como no Pico dos Marins, permitindo uma caminhada com calça seca no dia seguinte.

O produto, entretanto, não é indicado para quem pretende realizar trekkings em alta montanha, mas pode ser bastante útil a quem deseja realizar alguma atividade na Patagônia no verão como El Chaltén, Parque Nacional Los Alerces (Argentina) e Parque Nacional Torres del Paine (Chile).

FORCLAZ-900_2

FORCLAZ-900_1

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.