Aplicando psicologia do esporte na escalada – 5 pontos fundamentais que melhoram o rendimento

Imagine na seguinte situação : a última costura está longe e você não consegue alcançar a próxima agarra. Logo após isso as pernas começam a tremer…. O resto da história você já deve conhecer.

Mas o que está acontecendo no interior do  corpo neste exato momento?

A sua escalada, muito provavelmente, está influenciando em demasia seu desempenho.

Nos esportes, com a escalada incluída, o fator psicológico é preponderante para o bom desempenho do atleta. O falecido Nelson Rodrigues afirmava que o jogador (mas você pode substituir por escalador) está com baixa auto-estima ele engasga até bebendo água.

Foto : Olivier Bongard

Foto : Olivier Bongard

Na escalada os fatores psicológicos que mais presentes são :

  • Atenção – um estado dirigido da percepção. Em teoria é um processo cognitivo pelo qual o intelecto focaliza e seleciona estímulos, estabelecendo relação entre eles.
  • Concentração – capacidade de manter o foco em sinais relevantes. Significa direcionar todo o seu foco para uma coisa, deixando todas as outras de lado. Qualquer que seja o critério para selecionar a atividade mais importante, você deve direcionar toda a sua atenção para ela
  • Persistência – É a insistência em caminhar em direção a um objetivo. Aquele que não desiste de seus objetivos e é considerada por estudiosos como da principais virtudes dos vencedores.
  • Estado Emocional – É o modo como a pessoa se encontra emocionalmente. Sistema de relações entre o sistema psíquico, fisiológico e social
  • Estresse – Estado gerado pela percepção de estímulos que provocam excitação emocional e levam o organismo a disparar um processo de adaptação caracterizado pelo aumento da adrenalina. É um estado de desestabilização entre os aspectos psicológicos e os aspectos fisiológicos, ou entre a pessoa e o meio ambiente.
  • Ansiedade – É uma característica biológica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário, marcada por sensações corporais desagradáveis, tais como uma sensação de vazio no estômago, coração batendo rápido, medo intenso, aperto no tórax, transpiração, e outras alterações. São, a grosso modo, os sentimentos de tensão, apreensão, nervosismo, medo e preocupação.
  • Autoconfiança – É a convicção que uma pessoa tem, de ser capaz de fazer ou realizar alguma coisa.

Na maioria dos casos estes fatores psicológicos irão exercer uma forte influência, e maneira positiva ou negativa, no desempenho do escalador. Alguns dos fatores acima irão influenciar positivamente, como persistência e autoconfiança, e outros negativamente, como é o caso do estresse ou ansiedade.

  •  Exemplo 1 : Um escalador possui bom desempenho em situações de descontração, nas quais está conversando com o segurador sobre assuntos diversos, ou direcionando sua atenção a outro fator irrelevante, como um pássaro ou uma borboleta, ou até mesmo a coloração do sol.
  • Exemplo 2 : Um escalador obtêm melhor desempenho ele pode necessitar de um alto estado de concentração , direcionando sua atenção para o próximo lance de uma via (agarra “salvadora”, platô de descanso, entalamento de perna, etc).

Mas como fazer para controlar esta influência dos fatores psicológicos no desempenho ?

Os atletas de alto nível possuem, na maioria das vezes, um psicólogo esportivo na sua comissão técnica.

De que adianta um atleta ser o mais bem preparado fisicamente, se na hora da competição ele acaba “amarelando”?

Abaixo estão exemplificados alguns fatores que podem ajudar um escalador a usufruir do seu potencial máximo.

Antecipação

psicologia-escalada-2

Antes de começar a escalar uma via procure visualizar os movimentos que irá fazer durante a escalada, imaginando cada lance e como pode passar.

A partir disso quando iniciar a subida, terá uma maior probabilidade de encontrar uma solução mais rapidamente para um lance mais difícil.

Concentração

psicologia-escalada-1

Procure se concentrar antes de iniciar uma escalada.

Como a maioria dos locais de escalada esportiva são frequentadas por grande número de pessoas, o ambiente pode ser um pouco ruidoso e, às vezes, estressante.

Se concentre o máximo no que está fazendo, tentando ignorar estímulos externos, como um monte de gente falando onde você tem que colocar o pé ou a mão.

Mantenha a sua atenção fixa no seu objetivo, seja a próxima agarra ou o fim da via.

Serenidade

Foto : Rafael Barbosa

Foto : Rafael Barbosa

Mesmo em momentos de maior dificuldade, procure se manter calmo e concentrado; tente por exemplo, respirar fundo duas ou três vezes, isto será suficiente para diminuir um pouco a ansiedade, reduzindo a freqüência cardíaca.

Você verá que quanto mais calmo estiver mais fácil será sair de uma situação difícil.

Confiança

Foto : Rafael Barbosa

Foto : Rafael Barbosa

Confie mais em si mesmo. Procure ter mais confiança tanto nas suas capacidades físicas, quanto nas suas técnicas.

Muitas vezes não é tão difícil como parece, e jamais diga a você mesmo : “… esta via é um 7C e nunca escalei mais que um 7A…”.

Nunca esqueça de que na vida aprendemos, e amadurecemos, mais com os fracassos do que com os sucessos. Portanto se nunca tentar uma via de 8º grau brasileiro como vai saber o que precisa para encadenar este grau.

Foco

braco-esquerdo-hipster-1

Procure deixar os problemas particulares em casa ou onde eles foram criados. Se esforce para saborear o verdadeiro espirito da escalada: a liberdade.

Parece até ser difícil, mas experimente esquecer daquele trabalho que tem de fazer para o dia seguinte, ou o chefe que pega no seu pé todos os dias, ou até mesmo escaladores que você não gosta à sua volta.

Vivencie o mais intensamente possível os momentos de contato com a rocha e com a natureza.

A sua escalada, e aspectos de estar na natureza, será muito mais prazerosa quando estiver despreocupado. Na rocha o momento é de escalar, e não de se preocupar com nada que não seja a sua performance.

Sobre o Autor

Da Redação

Da Redação

Equipe da redação

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.