Aos 11 anos encadenando 7b: Revelação da escalada brasileira na via “Muro de Berlim” na Lapa do Seu Antão

A escaladora gaúcha Amanda Criscuoli, próximo de completar 12 anos de idade, é um dos grandes símbolos da renovação da escalada brasileira. Considerada a joia da escalada gaúcha, Amanda já foi destacada várias vezes aqui na Revista Blog de Escalada. Recentemente a escaladora encadenou a via “Muro de Berlim”, com poucas entradas.

Para a apreciação do público (além de prestigiar os patrocinadores e apoiadores), os pais de Amanda elaboraram um vídeo completo de sua escalada, o qual mostra como a atleta se consolidou (uma vez mais) como das brasileiras mais jovens a encadenar um 7b brasileiro (6c+ francês). A via “Muro de Berlim” é considerada um dos cartões de visita da Lapa do Seu Antão, que possui aproximadamente 270 vias de escalada esportiva, e foi uma das primeiras a ser equipada no local.

Amanda Criscuoli

Amanda Criscuoli

Na via, Criscuoli começou a escalada com a segunda proteção costurada, além de outras proteções com costura mais longa. Mesmo assim, as nove proteções da via, que possui aproximadamente de 15 a 20 metros, foram vencidas com facilidade pela escaladora (assista ao vídeo no topo do artigo).

Em 2016, Amanda Criscuoli já tinha entrado para a história da escalada brasileira ao consolidar-se como a pessoa mais jovem (homem ou mulher) do Brasil a encadenar um 8a brasileiro (7a francês). A via encadenada foi “Celulite Abdominal”, localizada em Farroupilha-RS.

Atualmente, no Brasil, não há nenhum escalador tão realizando ascensões nesta dificuldade em escalada em rocha. Mais uma vez Amanda Criscuoli consolida-se com o grande nome da nova geração da escalada brasileira.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.