Agência denuncia que brasileiros deixam lixo no Monte Everest

GFCAF_MEP130522_11[1]Aqueles que buscam o topo do o Everest abandonam em média 50 toneladas de lixo por ano ao longo do trajeto.

O Lixo consiste sobretudo de embalagens de comida e cilindros de oxigênio.

A nota triste fica por conta dos brasileiros que estão por lá e , segundo uma foto divulgada hoje por todo o mundo, estão contribuindo .

A foto da agência Grosby mostra um cilindro de oxigênio com a marca da Petrobrás  e Banco do Brasil (entre vários outros cilindros ).

O Monte Everest tem sofrido com a banalização , a “espetacularização” do acesso ao cume e com a exploração excessiva de agências de turismo que vendem pacotes para acesso ao cume.

A comprovação está no número exagerado de pessoas que todos os anos conseguem atingir o topo daquele que é considerado “o teto do mundo”.

Uma conquista cada vez mais vazia pela banalização crescente.

Importante lembrar que apesar de ser o “pico mais alto do mundo”, o Monte Everest não é a mais difícil (o que não quer dizer que seja facil chegar lá também).

There is one comment

  1. Vinícius

    Isso não significa que só os brasileiros deixam lixo lá, vale lembrar que a estrutura para chegar ao topo é adquirida nos pacotes, não acredito que brasileiros levem daqui os seus próprios cilindros.
    Acredito serem produzidos aqui e comprados para revenda lá e por termos a marca de uma grande multinacional brasileira, acabamos pagando o pato.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.