Acidente no Parque Nacional do Itatiaia reacende polêmica a respeito da situação de proteções

O escalador, que segundo testemunhas foi identificado como Rodrigo Leo, sofreu um acidente enquanto escalava no Parque Nacional do Itatiaia, no Rio de Janeiro. Enquanto escalava uma parece, a qual grande parte são vias de top rope com cerca de 8 a 10 metros de altura, um grampo se rompeu, fazendo com que caísse. A altura a qual o escalador caiu ainda não foi divulgada pelo corpo de bombeiros.

A notícia do acidente foi divulgada como óbito e amplamente compartilhada em grupos de whatsapp. Alguns integrantes do grupo que moram no Rio de Janeiro, levantaram a suspeita de que o escalador tinha morrido, o que posteriormente foi desmentido pela reportagem da Revista Blog de Escalada.

O local do acidente fica dentro do parque, próximo a uma estrada, entre a portaria e o Abrigo Rebouças. No local, grande parte das vias são escaladas em top rope. Há ainda na parede apenas uma via que pode ser escalada guiando, mas com proteções móveis usadas em uma fenda que existe meio da parede.

Até o momento, de acordo com declarações do escalador e relatos de testemunhas, um grampo se rompeu. O escalador foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital de Emergência de Resende. De acordo com o boletim médico divulgado à imprensa, o escalador fraturou uma costela e teve escoriações na cabeça.

Este é o segundo acidente ocorrido com escaladores no estado do Rio de Janeiro este ano, por causa de rompimento de proteções. Até o final do dia de ontem a federação de montanhismo do estado do Rio de Janeiro não se manifestou sobre o acidente. Em praticante todas as redes socais de grupos de escaladores, muitos debateram sobre a inexistência de um programa de troca de proteções antigas por novas e, supostamente, mais seguras.

There are 3 comments

  1. Rubens de Camargo Vianna Filho

    E o capacete? Item desnecessário em top tope?
    Caiu no chão ou bateu na parede ?
    Estive duas vezes na lá, na semana retrasada, percebi, à distância, alguns grampos e chapeletas com sinais de ferrugem, principalmente, na trilha para o morro do Couto.

  2. Paul Schöning

    Gosto muito do blog e na maioria das vezes compartilho as informacős, mas desta vez ficou meio que superficial. Fiquei com algumas dúbidas, ele estava guiando ou Top rope? Usava capacete? Estava sozinho? E sobre a federação? Nada haver… tempos atrás sofri um acidente de bike e fraturei clavícula, vou culpar a Federação de Ciclismo pelas mas condicőes das estradas, ou mesmo por um descuido meu???

    1. Luciano Fernandes

      Paul

      Toda a informação disponibilizada no artigo foi obtida junto a agência de noticias e em contato com o corpo de bombeiros. Quanto a federação, no texto não tem nenhuma acusação, apenas disse que a federação não se manifestou. Como a federação é quem representa os escaladores, gostem eles ou não, é ela qu tem de se manifestar sobre a segurança daqueles que fazem parte.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.