Russos inauguram acampamento luxuoso no Everest para temporada 2018

A empresa russa de turismo de montanhismo 7 Summits Club, comandada pelo guia Alex Abramov, inaugurou na semana passada um luxuoso espaço no Tibet. O espaço é destinado a montanhistas endinheirados que procuram aventura, mas também o luxo para o qual está acostumado.

Dentre as comunidades de montanhistas existentes no mundo, menos de 1% são apoiadores deste tipo de suntuosidade. O público-alvo são os apresentadores de TV, modelos, empresários e qualquer tipo de pessoa que esteja interessado em realizar algum turismo com montanhismo.

Com barracas que têm capacidade de abrigar 40 pessoas (sim, quarenta indivíduos), os clientes podem atualizar seus sites pessoais, redes sociais além de poderem dormir em cama com edredons forrados com penas de ganso. Dentro de cada uma das barracas há aquecimento, salas de projeção, carpetes e todo o tipo de luxos que o luxo pode comprar. Nos pacotes comercializados pela empresa, o cliente pode ter livre acesso a TV, DVD, duas camisetas e uma sauna no campo base (5.100 m).

Lembrando que do lado tibetano do Everest chega-se ao Campo Base de carro, não sendo necessário caminhar como no lado nepalês. Com farto estoque de suplemento de Oxigênio, os clientes da empresa terão de pagar “módicos” US$ 65.000, que inclui um sherpa, seis tanques de oxigênio. Caso o “montanhista” acredite que necessita de mais, há um pacote de US$ 80.000 que inclui dois sherpas e 12 tanques de oxigênio suplementar.

O ano de 2017 houve um volume grande de pessoas que chegaram pelo lado tibetano, muitos destes contaram com vários luxos que são incompatíveis com os valores e ética do montanhismo.

Mais informações: http://www.alanarnette.com

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.