A simetria é saudavel? Ser bonito ajuda a encadenar uma via?

Faz um tempo li um estudo sobre a relação entre sucesso esportivo e beleza dos atletas. Segundo esse estudo existe uma relação direta entre os dois.

Esta relação baseia-se no “gosto padrão” mundial (coisa que é pouco generalizável), segundo os quais são considerados belos aqueles que são “simétricos”, e esta “simetria” proporciona benefícios funcionais para o exercício físico.

Então ser bonito = ser simétrico = rendimento acima da média?

Isso quer dizer que tenho que investir na manicure para ter mãos bonitas (simétricas) e que aperte regletes como nunca?….

Acho que não.

E ainda acho que tem alguns fora dos “cânones de beleza” com muito bom rendimento.

Seriam eles super simétricos?.

simetria2

A Biomecânica utiliza , e pensa, na simetria para outra coisa.

Um dos principais temas abordados pela Biomecânica Funcional é a interpretação coletiva da saúde postural, sem pensar na beleza, mas sim no rendimento e a funcionalidade.

Às vezes tanto eruditos como não instruídos acham que para ter uma boa postura é necessario ter simetria.

Aquí iremos por outro caminho: Não vamos nos preocupar pela simetria estética e sim na qualidade do movimento.

A importância não reside só no fato da pessoa se expressar em retroversão ou anteversão, mas sim no fato de poder realizar de um jeito natural um movimento inverso.

Façamos o exercício de pensar: em algum desses amigos que dedicam muito tempo a algum esporte, porque não, pensemos na escalada.

O que acontece com seus corpos?

Quando exercitamos muito alguns músculos, o corpo gera adaptações e modifica o seu formato. Isso levado ao extremo será assimétrico e esta assimetria levada ao extremo será de um ou outro jeito.
Mas até chegar nesse ponto podem ser feitas muitas coisas.

A Biomecânica fala que enquanto os músculos funcionam, cadeias musculares, articulações e demais elementos utilizados no movimento sem gerar desconforto, pode seguir. Mas com o decorrer do tempo isso não é bom levado ao limite.

Mas a gente não se preocupa em passar esses limites em nossos treinos e é aqui aonde aquela simetria vira sinônimo de saúde.

Portanto ao invés de falar de simetria podemos falar de equilíbrio que é o que procuramos nos treinos preventivos.

Um exercício de compensação e de equilíbrio de forças.

simetria3

A filosofia da Biomecânica Funcional suscita uma concepção de saúde, que envereda entre o tratamento e o treinamento.

Segue princípios como a especificidade, a periodicidade e disciplina mais fundamentadas na fisiopatología, biomecânica e saúde postural, assim desenvolvendo um trabalho conhecido como Treinamento Preventivo.

Não é um condicionamento do corpo no aspecto cardiovascular, mas sim no âmbito estrutural, de palancas e coordenativo (o refinamento do aparato locomotor).

Para isso é preciso uma integração multidisciplinar entre a fisioterapia e a educação física, a psicologia e a educação física, entre outras.

Com isso tentamos tratar e prevenir de maneira direta a causa primária de qualquer dor sem cair no clássico tratamento em superfície.

Cada corpo reage de um jeito diferente aos estímulos externos por isso temos que identificar os sinais e sintomas que cada biotipo expressa.

Que opinião você possui?

Adianta ser “bonito” para encadenar, para render mais, e ter êxito no esporte?

Você é muito simétrico?

Texto original em espanhol: http://biomecanicafuncionalescalada.blogspot.com.br

600x100-biomecanicaFuncional

Fotos artigo: Carlos Vidal

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.