A Qualidade Mental Mais Importante: Determinação

A qualidade mental mais importante para se ter é determinação, que é a habilidade que temos de permanecermos comprometidos quando sofremos estresse. Em inglês, o termo para determinação é grit, que no mundo físico significa partículas abrasivas, tais como a areia.

Lixas e rodas de moagem usam partículas abrasivas para lixar e moer metais duros. A partícula de areia nos permite ser abrasivos no metal, em seu estado bruto, para criar novos produtos metálicos.

Na realidade mental, o termo grit é um espírito indominável, sagacidade e persistência. Determinação significa que vamos permanecer comprometidos em situações difíceis e não desistiremos. Determinação nos permite aplicar estes abrasivos equivalentes a areia e ‘polir’ nosso caminho por desafios difíceis para atingir objetivos.

Nada nos da um exemplo melhor de determinação do que escalar uma fenda ampla, especialmente uma de teto. Este tipo de escalada é trabalhosa e costumam não ter a sutileza de outros tipos de escalada. Ela requer esforço contínuo e ,quando pensamos em desistir, que nos esforcemos mais ainda mesmo se pensamos que não temos nada mais para dar.

Um ótimo exemplo disso é um vídeo de Tony Yaniro escalando o negativo de Paisano, em Suicide Rock na Califórnia.

Paisano é uma fenda de teto brutal graduada em 8c, escalada em livre pela primeira vez por John Lon em 1973. Tony entala seus pés fundo na fenda e depois movimenta as duas mãos, empilhando-as para entalar na fenda ampla. Depois ele repete o processo.

Ele empilha as mãos e depois ele perde os pés, mas ele não se solta. Ele persiste ao enfiar os pés de volta na fenda para que ele consiga mover suas mãos entaladas um pouco mais ao longo do teto.

A maior limitação para realizar este tipo de esforço e desenvolver a determinação são nossas formas inconscientes de evitá-lo. Técnicos, instrutores e outros nos encorajam a ignorar ou evitar o estresse. Nós podemos estar fazendo um treinamento pesado e difícil, e somos encorajados a pensar em outra coisa para que não notemos tanto o estresse. Em uma escalada extenuante nós somos encorajados a ouvir “você já conseguiu”.

A instrução do treinador é direcionada ao conforto de “ter” e não como trabalhar através do estresse. Esta abordagem é conhecida como “mente sobre o corpo,” ou dureza mental, o que quer dizer que a mente é mais forte do que o corpo. A ênfase está na mente. A premissa é: nosso poder vem de ter uma mente forte para fazer o corpo realizar o que nós queremos.

Foto: http://warriorsway.com

Foto: http://warriorsway.com

Esta abordagem está ao contrário.

A mente é, de fato, a ligação mais fraca. Quando estamos realizando um esforço estamos fora do domínio da mente- a zona de conforto. O esforço é do domínio do corpo.

A mente precisa permanecer flexível e simplesmente observar todo o processo. Ela precisa ficar calma enquanto o corpo aplica seu poder, ‘moendo’ seu caminho pelo desafio. É uma abordagem de corpo sobre a mente, mas guiada por esta qualidade de observação.

Precisamos observar o que está ocorrendo na mente e no corpo. Nós observamos em qual tarefa precisamos focar nossa atenção e continuamente redirecioná-la a essa tarefa. Atenção no momento é a determinação que nos permite processar o estresse efetivamente.

Esta qualidade observadora não está na mente ou no corpo. Eu me refiro a ela como “a testemunha”.

É a nossa consciência do que está ocorrendo dentro da mente e do corpo. Nós observamos a tendência da mente à rigidez e a evitar o estresse, e permanecemos flexíveis ao redirecionar nossa atenção ao corpo, abrindo caminho através dele. Determinação é a nossa consciência de onde nossa atenção está e o redirecionamento dela para a tarefa. Nossa testemunha é nossa fonte de poder.

A mente vai pensar em maneiras de evitar o estresse. Nós testemunhamos este pensamento e redirecionamos nossa atenção para o corpo, mantendo então nossa mente flexível. O corpo fica tenso quando está sob estresse. Nós testemunhamos esta tensão e redirecionamos nossa atenção para relaxar para que o corpo possa processar o estresse.

Foto: http://warriorsway.com

Foto: http://warriorsway.com

Se estamos realizando um exercício físico ou uma fenda ampla de teto, nossa testemunha nos encoraja de algumas formas para processar o estresse. A atenção precisa estar no corpo. Nós processamos o estresse respirando, relaxando e tomando pequenas atitudes. A mente permanece quieta e flexível, permitindo à testemunha direcionar e redirecionar a atenção através dos momentos de esforço forte. Esta é a determinação mental em ação.

A determinação física pega algo difícil em seu estado bruto, o mói, e cria algo novo. A determinação mental pega o corpo em seu estado atual, usa um artifício como um exercício ou uma fenda larga, e aplica nossa atenção para ‘moer’ nosso caminho através disso.

Fazer isso expande nossas zonas de conforto. Aprendemos que o corpo pode fazer mais do que a mente pensa que ele pode, se conseguimos permanecer flexíveis e observar todo o processo de uma perspectiva de testemunha.

Dica Prática: O nosso poder

Uma das formas mais eficientes de lidar com as limitações da mente é encontrar pequenos passos de ação que você dar para permanecer comprometido. Isto te permite a permanecer no estresse sem escapar dele. Fazer um pouco mais, em vez de desistir, te ajuda a desenvolver determinação.

 •Ao estabelecer uma meta de fazer 50 flexões, não faça 50, faça 51.

•Quando você permanecer em uma pose de Yoga por 3 minutos, esperando o cronometro tocar, continue segurando-a por alguns segundos a mais após ouvir o alarme. Também, não olhe para o tempo. Saber quanto tempo te resta é um truque para acalmar a mente ao dar um resultado final para ela focar. Fazer isto distrai sua atenção do corpo e do processamento do estresse.

•Em uma escalada na rocha, quando sua mente quiser desistir, permaneça no movimento. Examine o próximo trecho e escale-o. Faça um movimento para cima ou para baixo. Permaneça aonde está e descanse. Faça qualquer coisa menos desistir.

1-WarriorsWaylogo_

O livro “The Rock Warrior Way – Mental Training for Climbing” está à venda traduzido para a língua portuguesa no Brasil em: http://www.companhiadaescalada.com.br/

Tradução do original em inglês: Gabriel Veloso

Arno Ilgner distinguiu-se como um escalador pioneiro nos anos 1970 e 80, quando as principais ascenções foram as primeiras fortes e perigosas. Essas façanhas pessoais são a base para Ilgner desenvolver o programa de treinamento físico e mental – Rock Warrior Way ®. Em 1995, após uma pesquisa aprofundada da literatura e prática de treinamento mental e as grandes tradições guerreiras, Ilgner formalizado seus métodos, fundou o Instituto Desiderata, e começou a ensinar seu programa de tempo integral. Desde então, ele tem ajudado centenas de estudantes aguçar a sua consciência, o foco de atenção, e entender seus desafios de atletismo (e de vida) dentro de uma filosofia coerente, baseada em aprendizado de tomada de risco inteligente. Ilgner considera a alegria e satisfação no esforço – a “viagem” – intimamente ligada à realização bem sucedida das metas.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.