Estudo científico comprova a vital importância de um bom café da manhã

Talvez a frase mais clichê que existe a respeito da importância de alimentação seja: “O café da manhã é a refeição mais importante do dia”.

Também conhecido como desjejum (ou pequeno almoço em Portugal), um café da manhã bem feito faz toda a diferença no rendimento do atleta, não importando a modalidade. Até mesmo a auto-estima de quem faz esta refeição, de maneira saudavel, fica mais reforçada.

Por isso comer bem, e de maneira saudavel, em um café da manhã é importante. Se a sua primeira refeição do dia está baseada em toneladas de açúcar e carboidratos simples, saiba que está ingerindo uma quantidade gigantesca de calorias inúteis que irão atrapalhar sua produção de insulina e irá impactar diretamente no seu nível de energia ao longo do dia.

café-da-manhã-4

Comer qualquer porcaria de manhã irá também colaborar com que a sua saúde definhe ao longo do tempo. Lembre-se que o que impacta negativamente na sua vida não é o que você comer entre o sábado e domingo, e sim o que come entre o domingo e sábado.

Com um metabolismo turbinado por um café da manhã apropriado, um projeto de escalada ou até mesmo um trekking desafiador, pode ser vencido com relativa facilidade.

Há no mundo inteiro uma preocupação especial com os níveis de obesidade que a população mundial atingiu, e artigos sobre seus perigos e causas são publicados diariamente na internet. Em um destes artigos foi feito um estudo durante 12 semanas com grupos de mulheres obesas e outro com pessoas com sobrepeso. Ambos foram colocadas em uma dieta restrita de 1.400 calorias por dia que contemplava a ingestão de grande quantidade de comidas saudaveis. Por comida saudaveis entenda: frango grelhado, ovos e salada e leite.

café-da-manhã-3

Enquanto um grupo comeu café da manhã com 700 calorias, almoço com 500 calorias e jantar com 200 calorias, o outro comeu na proporção de 200/500/700 calorias nas refeições.

Nos dois grupos os integrantes consumiam café da manhã bem saudavel, com boa quantidade de proteína, fibras e carboidratos saudaveis, além de gorduras que ajudam no metabolismo ao longo do dia.

Os pesquisadores concluíram, após analisar os resultados, que o grupo que comeu o café da manhã com mais calorias (lembre-se, era uma refeição com calorias saudaveis) e o jantar com menos perdeu mais peso na proporção de 2,5 vezes mais que o outro grupo.

Ou seja: o grupo que comeu na dieta de 700/500/200 calorias nas refeições perdeu, em média, 2,5 vezes mais peso do que o grupo que comeu na proporção de 200/500/700. Lembrando sempre que a dieta ao longo do dia eram de alimentos saudaveis, e não somente selecionados pelo valor das calorias.

café-da-manhã-2

No estudo chegou-se à conclusão de que comer um café da manhã reforçado, e saudavel, faz o corpo processar naturalmente e inicia a termogênese. A termogênese é capacidade de equilibrar a temperatura interna do corpo com a do meio ambiente, fazendo também que a digestão seja processada mais rapidamente e seja usada para energia em vez de ser estocada como gordura.

Assim, dentre o conjunto de conclusões do artigo científico, comer um bom café da manhã poder ajudar o metabolismo descansar em taxas de 10% de seu comportamento normal.

Um café da manhã reforçado, e saudavel, também é fundamental para o desempenho de atletas, pois o combustível a gastar durante uma atividade física é adquirido na refeição. O erro mais comum para quem acredita que nutrição é uma formula matemática simples é optar por treinar, ou até mesmo praticar a sua atividade física em jejum.

Em teoria acordar e ir direto treinar, escalar, ou praticar o trekking  sem café da manhã, ou de estômago vazio, o corpo usaria gordura em vez de açúcar para manter os níveis de energia.

café-da-manhã-

Exercícios em jejum

O raciocínio parece ser verdadeiro pois durante o jejum, a gordura é disponibilizada para a queima e fornecimento de energia, mas este processo é limitado, e a partir de certo momento o organismo começa a metabolizar massa muscular para fornecer energia para a atividade. Assim o praticante consome seus próprios músculos e perde força ao longo do tempo.

Outro fator a ser levado em consideração é o mal estar que a atividade física em jejum pode trazer ao atleta. Sintomas como tontura, fraqueza, náuseas e vômitos podem ocorrer durante a atividade, assim como o rendimento abaixo do normal que terá pois o organismo tentará de poupar energia.

Por isso comer alimentos saudaveis antes de qualquer exercício traz muito mais vantagens do que não comer.

Portanto para otimizar seu rendimento na sua atividade, e atingir suas metas e objetivos, procure uma nutricionista esportiva e elabora com ela o cardapio ideal para isso.

Os argumentos científicos deste artigo, publicado em 2013 no Obesity Journal, pode ser lido aqui: http://onlinelibrary.wiley.com

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.